Um alarmante estudo realizado pela Universidade Federal do Ceará mostra que pelo menos quatro em cada 10 mulheres que cresceram em um ambiente com violência doméstica também experimentam a mesma agressão quando adultas. A pesquisa foi realizada em nove capitais do Nordeste brasileiro e aponta que os homens têm a tendência de se tornarem autores de violência ao terem contato com comportamentos violentos na infância.

Pensando em alertar sobre os perigos da violência intrafamiliar, a Organização da Sociedade Civil, SOS Ação Mulher e Família, lança uma campanha publicitária, criada pela Artplan, batizada de “Árvore da Violência”. No anúncio, vemos uma árvore genealógica com um detalhe curioso: as mulheres estão com marcas de agressão.

O leitor é surpreendido por uma única família ilesa, pois mostra que a violência doméstica não passou de uma geração para outra quando a mulher deu o primeiro passo de denunciar seu companheiro e buscou apoio psicossocial e jurídico. A campanha prevê divulgação em mídias impressas e canais digitais da OSC SOS Ação Mulher e Família. Confira a imagem:

Ficha Técnica:

Agência: Artplan
Anunciante: SOS Ação Mulher e Família
Campanha: Árvore da Violência
Diretor de Criação: André Sartorelli
Criação: Pedro Gonçalves e Vinicius Lima
Produção Gráfica: Debora Moura
Atendimento: Gabriel Moura
Planejamento: Gabriel Veras
Mídia: Daniele Abreu, Anna Westin
Estúdio de Fotografia: Studio Cival Jr
Manipulação: MXW Digital Retouch
Aprovação do Cliente: Gislaine Rossetto, Lucélia Braghini

Deixe seu Comentário

Leia Também

Especial Google

+ Ver mais

Quer falar com mulheres? Olhe para os dados, não para os estereótipos

por Artigo de Kate Stanford, diretora global de marketing e publicidade no Youtube

Especial TV Aberta

+ Ver mais

Como a TV conversa com o Youtube?

por Gabriel Grunewald