“Escolha qualquer lugar desde que vá de Heliar” é o slogan da nova campanha da marca de baterias, que vai ser veiculada a partir de 14 de janeiro. Por meio da nova comunicação, a líder das baterias dentre as montadoras quer ganhar a atenção de todo o público que busca mobilidade, mas apoiada em valores priorizados pela geração millennials. Os nascidos no início dos anos 1980 são conhecidos pela preocupação com sustentabilidade, tecnologia e conectividade, e por valorizar as facilidades e as experiências em detrimento dos produtos.

“A qualidade dos nossos produtos é reconhecida pelos usuários e pelo canal de vendas. Por isso, na nova campanha nosso foco é destacar o posicionamento da Heliar como a marca que mais se preocupa com os usuários de baterias, seja onde estiverem, dando-lhes confiança e tranquilidade para desfrutar a vida do jeito que preferirem. Está na nossa essência a construção de um mundo melhor. E isso também é o mundo Heliar”, César Cotillo, Gerente de Marketing Cone Sul. 

A campanha é ilustrada pela música do Skank “Vou deixar”, single mais marcante da carreira da banda e uma das mais tocadas no pop brasileiro. Visualmente, as peças aliam a estética apreciada pelos millennials, com muitas cores, 3D, animações e imagens que se conectam muito bem ao mundo virtual. As ilustrações brincam e misturam símbolos brasileiros, com referências ao corcovado no Rio de Janeiro, à ponte Octávio Frias de Oliveira em São Paulo e ao monumento do Laçador de Porto Alegre (RS). E há derivações regionais, ilustradas somente com símbolos conhecidos das paisagens das cinco regiões brasileiras.

Como estratégia de veiculação, a Heliar, ao lado da agência criadora da proposta DPBR, decidiram por mídia de aeroporto, TV fechada e veículos on board, além de emissoras de TV fechada e de rádio. No online, a campanha ataca mídias sociais e aposta nos vídeos embalados pelo hit da famosa banda mineira.

Deixe seu Comentário

Leia Também

AdInsights

+ Ver mais

A Gillette sabe o que faz. Já Neymar…

por Adinsight por Leonardo Araújo

Especial TV Aberta

+ Ver mais

Como a TV conversa com o Youtube?

por Gabriel Grunewald