Resumão da semana: notícias e debates que bombaram

Iniciativas de Nike e Adidas em apoio aos LGBTs merecem destaque

O tempo passou e as discussões relacionadas à diversidade sexual estão ficando cada vez mais maduras. Se por lado tocar no tema da sexualidade poderia representar um tabu na propaganda há dez ou vinte anos ou comprometer seriamente a chance de um atleta gay ganhar um patrocínio, uma evolução tardia, mas bastante significativa está ganhando corpo no pensamento estratégico das marcas no contexto atual.

Aliás, mais até do que isso, antigamente as empresas se importavam menos em tomar posições sobre algumas das principais discussões da sociedade. Hoje, principalmente com as redes sociais, participar das conversas virou praticamente uma das poucas oportunidades de se tornar relevante no campo da comunicação. As rivais históricas Adidas e Nike deram um passo significativo nesse aspecto nesta semana.

Enquanto a marca esportiva das três listras anunciou que dará garantias contratuais e apoio a atletas que assumirem publicamente serem lésbicas, gays, bissexuais e transexuais, a Nike rompeu o seu contrato com a estrela do boxe Manny Pacquiao, que declarou recentemente que "gays são piores que animais".

Confira abaixo os principais fatos e debates que bombaram na semana:

Nike retira patrocínio de atleta após declaração homofóbica

Como dito acima, a marca americana se posicionou contra a homofobia e resolveu retirar o patrocínio do boxeador filipino Manny Pacquiao, após suas declarações homofóbicas. Veja a matéria completa (clicando aqui).

Adidas passa a apoiar atletas patrocinados que se assumam LGBT

Parece óbvio, mas na verdade algumas multinacionais de adaptam as ‘tradições’ de cada país, podendo romper contratos caso o atleta se assuma gay, bissexual ou transexual em alguns lugares. A Adidas quer quebrar esse comportamento com seu novo posicionamento. Veja a matéria completa (clicando aqui).

Starbucks lança café inspirado em 'cerveja amanteigada' de Harry Potter

Batizado de "Smoke Butterscotch Latte", o lançamento é uma espécie de latte amanteigado que promete imitar o sabor original da butterbeer. Aficionados que são, os fãs correram às lojas da rede para experimentar a novidade e as opiniões sobre o café estão dividas nas redes sociais. Veja a matéria completa (clicando aqui).

Infográfico destaca ações de marketing de Deadpool

O filme cômico chegou para provar que a zoeira sem limites pode ser a melhor estratégia de marketing. A Fox soube usar o carisma do anti-herói para gerar buzz e colocar o filme como uma das melhores estreias do ano. As interações foram tantas, que a agência Iinterativa criou um infográfico destacando as ações do filme. Veja a matéria completa (clicando aqui).

Carta de garotinha à marca de bebidas é um soco no estômago

Baseado em uma história real, o vídeo "Carta para Jack" remonta a carta escrita por Laura, uma menina de 8 anos que, ao se deparar com mudanças de comportamento de seu pai, resolveu escrever para o possível amigo responsável pelas alterações de atitudes. Com o objetivo de encontrar uma forma de mostrar a gravidade do alcoolismo, a ONG Bandeiras Brancas criou um filme que é um verdadeiro soco no estômago. Veja a matéria completa (clicando aqui).

Peça da Snickers tem erro grotesco de Photoshop. Culpa da fome

O anúncio recente da plataforma "Você não é você quando está com fome" satiriza os erros grotescos de Photoshop encontrados em imagens comerciais. O anúncio "mal editado", criado pela BBDO Nova Iorque, traz a fotografia de uma modelo com uma mão bizarra em seu ombro, além de outras partes de seu corpo e acessórios cortados ou fora do lugar. Veja a matéria completa (clicando aqui).

Redação Adnews

Total
0
Shares
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Post anterior

Caso golfinho escancara despreparo da mídia

Próximo post

Africa Zero cria amigo imaginário em campanha para a Folha

Posts Relacionados