No fim da tarde desta quinta-feira, (08), o nome do streaming da Disney se tornou oficial. Em seu Twitter, o CEO Bob Iger, anunciou o Disney+ e outras informações.

O detalhe mais importante é a forma como o conteúdo será distribuído na plataforma. A ideia é parecida com os parques da empresa que vem se reestruturando em cima de universos filmes e séries do estúdio.

A marca promete ter aproximadamente 7000 episódios de série e 500 filmes no seu lançamento, com quatro ou cinco produções sendo lançadas para o serviço.

Além do Disney+ que não tem data de lançamento, a companhia terá o controle da Hulu, streaming da Fox, que foi comprada recentemente.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Especial Google

+ Ver mais

Quer falar com mulheres? Olhe para os dados, não para os estereótipos

por Artigo de Kate Stanford, diretora global de marketing e publicidade no Youtube

Especial TV Aberta

+ Ver mais

Como a TV conversa com o Youtube?

por Gabriel Grunewald