Os lojistas virtuais costumam aproveitar o Dia do Cliente, comemorado em 15 de setembro, para fidelizar seus consumidores. Além de promoções, cupons e brindes, o atendimento ao cliente se tornou um dos grandes diferenciais competitivos das empresas que vendem pela internet, já que esse tipo de serviço tem influência direta na experiência de compra do consumidor e no pós-venda.

Cada vez mais, empreendedores usam aplicativos como aliados para automatizar processos e melhorar o atendimento ao cliente. O WhatsApp, por exemplo, está na lista dos apps mais baixados do país – com mais de 120 milhões de usuários ativos no Brasil, e tem ajudado os lojistas a se destacarem no mercado.

Segundo levantamento da Loja Integradaplataforma gratuita para criação de lojas virtuais com mais 1 milhão de lojas criadas, 51% dos micros e pequenos lojistas virtuais usam o WhatsApp como principal canal de atendimento. A rede social Instagram aparece em segunda posição (18%), seguido pelo chat online (9,3%). A pesquisa foi realizada por meio de formulário online com quase 1 mil lojistas virtuais de todo o país durante os meses abril e maio de 2019.

“O atendimento ao cliente é um dos principais diferenciais competitivos das lojas virtuais e, por isso, garantir agilidade e eficiência nos contatos é cada vez mais importante. Na Loja Integrada, por exemplo, a equipe de atendimento recebe, mensalmente, em média 7 mil contatos.Os canais mais utilizados para que os lojistas entrem em contato com a empresa são o chat, as redes sociais, como Facebook e Instagram,”, explica Mariana Tiemi, especialista em comércio eletrônico e Sucesso do Cliente na Loja Integrada.

Ainda de acordo com o levantamento, 61% dos lojistas virtuais usam o WhatsApp como canal de vendas e 34,1% para atendimento e dúvidas. A empreendedora Luana Moraes, da loja de jóias Use Miaa é um exemplo de lojista que viu no app um forte aliado para realizar seu atendimento. A loja carioca foi fundada em 2016 e hoje atende clientes de todo o Brasil por meio da loja virtual. “Hoje eu faço praticamente todo o meu atendimento pelo WhatsApp. Esse canal me permite mais agilidade para responder meus clientes e por meio dele também consigo realizar vendas, otimizando os resultados do meu e-commerce”, conta.

Deixe seu Comentário

Leia Também

AdInsights

+ Ver mais

A Gillette sabe o que faz. Já Neymar…

por Adinsight por Leonardo Araújo

Especial TV Aberta

+ Ver mais

Como a TV conversa com o Youtube?

por Gabriel Grunewald