Uma das medidas mais polêmicas feitas por uma rede social foi tomada pelo Instagram. No dia 17 de julho, a plataforma social parou de mostrar o número de curtidas (ou likes) que as pessoas tinham em cada foto postada. A decisão afetou os mais de 69 milhões de brasileiros que tem conta na rede social (segundo relatório da We Are Social e da Hootsuite com números até janeiro de 2019) e levou a alguns debates na própria internet. Mas, qual a percepção do público sobre a medida?

Com isso em mente, a Toluna, empresa fornecedora líder de insights do consumidor sob demanda, fez um estudo sobre a impressão que as pessoas tiveram sobre a medida. Entre os pesquisados, 69% disseram que gostam muito ou gostaram da atitude do Instagram, 23% afirmaram que não gostaram ou não gostaram nada e 8% disseram que não tem opinião.

A pesquisa também questionou a população sobre três afirmações:

  • O Instagram implementou essa nova política pensando no bem estar das pessoas – com 73% das pessoas concordando, 13% discordando e 13% não tendo uma opinião formada;
  • O Instagram implementou essa nova política pensando em futuros lucros – 38% das pessoas concordam, 33% não tendo uma opinião e 28% discordando;
  • O Instagram implementou essa nova política para os usuários se concentrarem somente no conteúdo e não no número de curtidas – 80% das pessoas concordam, 10% discordam e 10% não tem uma opinião.

O estudo mostrou também que entre o público pesquisado, 98% tem conta em alguma rede, com 95% deles tendo perfil no Facebook, 84% no Instagram, 44% no LinkedIn, 36% no Snapchat e os mesmo 36% em outras plataformas de interação social.

As outras redes também entraram no estudo quando se diz respeito a essa mudança na visualização dos likes. Para 46% das pessoas pesquisas, todas as redes deveriam seguir o exemplo do Instagram, 28% acham que só algumas deveriam fazer isso, 19% acreditam que nenhuma deveria e 7% não tem opinião formada sobre o assunto. Confira o estudo completo.

Deixe seu Comentário

Leia Também

AdInsights

+ Ver mais

A Gillette sabe o que faz. Já Neymar…

por Adinsight por Leonardo Araújo

Especial TV Aberta

+ Ver mais

Como a TV conversa com o Youtube?

por Gabriel Grunewald