Segundo um relatório encomendado pelo Comitê de Inteligência do Senado americano, o Instagram desempenhou um papel maior que o Facebook através do IRA (Russian Internet Rrsesrch Agency) na manipulação das eleições de 2016.

De acordo com um conjunto de dados analisados pela New Knowledge, Canfield Research e Columbia University foram 187 milhões de interações com os conteúdos manipulados, enquanto o Facebook teve 77 milhões.

Os pesquisadores ainda disseram que cerca de 40% criadas pelo IRA chegaram a 10 mil seguidores, a maior atraiu 300 mil internautas. O Facebook incentivava as pessoas a seguirem contas no Instagram, o que reforçou as mensagens russas.

Deixe seu Comentário

Leia Também

AdInsights

+ Ver mais

A Gillette sabe o que faz. Já Neymar…

por Adinsight por Leonardo Araújo

Especial TV Aberta

+ Ver mais

Como a TV conversa com o Youtube?

por Gabriel Grunewald