O Twitter Brasil anunciou o lançamento do Creative Council, um novo programa de relacionamento do Twitter com diretores, VPs e criativos de grandes agências que atendem as principais marcas com atuação no Brasil. O programa tem por objetivo debater as principais tendências do mercado publicitário, discutir estratégias e apresentar cases de sucesso globais de ativações de marcas na plataforma. Os encontros do Creative Council são realizados na sede do Twitter Brasil, em São Paulo-SP, reunindo cerca de 40 executivos, número que deve ser expandido nos próximos eventos.

Durante o encontro do Twitter Council realizado nesta quarta-feira (25), Daniela Bogoricin, diretora do Twitter Next no Brasil, e Luisa Fedrizzi, head da Contagious, no Brasil, apresentaram o estudo “Influencing culture: The Participation Playbook”, realizado a partir de uma parceria de Twitter e a Contagious, que analisou mais de 1.800 campanhas centradas no Twitter inscritas no Cannes Lions entre 2014 e 2018. O relatório apresenta seis pilares que definem o tipo de campanhas das quais os consumidores mais desejam participar e reúne insights das pessoas que estão por trás dos trabalhos mais inovadores e premiados.

Lançado durante o último festival de Cannes, o relatório está sendo apresentado pelo Twitter e a Contagious em diversos mercados pelo mundo e reforça o papel do Twitter Next, time responsável por atuar em parceria com marcas e agências para desenvolver estratégias e criar experiências com foco nas pessoas e seus interesses. A área funciona como um laboratório de consultoria e insights que ajudam na criação de campanhas no Twitter.

Daniela Bogoricin, diretora do Twitter Next no Brasil, explica que a ideia central dos encontros do Creative Council é estabelecer uma relação de troca. “Compartilhamos estudos e nossos insights sobre o comportamento das pessoas na plataforma, ao mesmo tempo em que entendemos os principais desafios dos criativos e planejadores para desenvolver ações assertivas”, comenta. “Procuro destacar sempre que construir uma identidade é essencial para as marcas, já que as pessoas não compram simplesmente produtos ou serviços oferecidos, mas também um propósito. A audiência do Twitter é mais receptiva a esse tipo de mensagem, e tem influência para poder amplifica-la”.

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

AdInsights

+ Ver mais

A Gillette sabe o que faz. Já Neymar…

por Adinsight por Leonardo Araújo

Especial TV Aberta

+ Ver mais

Como a TV conversa com o Youtube?

por Gabriel Grunewald