TOP 10 países líderes do humor no YouTube

Adnews revela os experts quando o assunto é fazer rir. Porta dos Fundos é o representante brasileiro
Todas as segundas e quintas-feiras, muitos brasileiros abrem o YouTube com um objetivo: ver o novo vídeo do canal de humor Porta dos Fundos. Se no Brasil, o grupo de humor de Fábio Porchat, Antônio Tabet e companhia lidera os views entre os canais de humor, quais seriam os melhores canais de humor ao redor do globo?
 
O Adnews foi atrás da resposta e separou, com a ajuda das estatísticas do SocialBakers, os líderes em views no site de vídeos do Google.
 
Com propostas semelhantes ao do Porta, humoristas fazem da internet seu palco e, eventualmente, contam com o patrocínio de marcas. Veja a lista com o TOP 10 na arte de fazer rir: 
 
10. Alemanha
 
Y-Titty – 468 milhões de visualizações
 
Três amigos com vinte e poucos anos (poucos mesmo) possuem o canal com mais inscritos do YouTube Alemanha (2,3 milhões). São especializados em sátiras de filmes, videoclipes e jogos.
 
 
9. Brasil
 
Porta dos Fundos – 522 milhões de visualizações
 
O canal de humor mais querido do Brasil pegou as marcas de jeito, fez parcerias com Spoleto, Vivo, Coca-Cola, entre outros. Recentemente, Luciano Huck entrou na sociedade do grupo. A trupe conta com alguns dos novos queridinhos do público (e da publicidade) como Fábio Porchat, Clarice Falcão e Gregório Duvivier.
 
 
8. Letônia 
 
This is Хорошо – 527 milhões de visualizações
 
Poucos milhões de visualizações colocam o jovem Stas Davydov (Стас Давыдов) e seu canal "Isto é bom" à frente do Porta dos Fundos. O canal letão traz, na verdade, vídeos em russo, o que garante acessos de todo o público eslavo. Em 2012, o projeto foi para a televisão.
 
http://www.youtube.com/watch?v=kZPrub0x-gc (Davydov desativou a incorporação de seus vídeos)
 
7. Chile
 
Hola soy German – 790 milhões de visualizações
 
Todas as sextas-feiras o chileno German Garmendia apresenta mais um de seus vídeos. O vlogger gosta de falar do cotidiano de forma inusitada, cômica, interpretando ele mesmo várias personagens.
 
 
6. Reino Unido
 
Mr. Bean – 836 milhões de visualizações
 
A personagem de Rowan Atkinson caiu no gosto do público nos anos 1980, muito antes de o YouTube existir. E não precisou de conteúdo exclusivo para a internet para conquistar milhões de cliques.
 
 
5. México
 
Werever tu morro – 986 milhões de visualizações
 
Gabriel Montiel, hoje com 23 anos, foi o primeiro mexicano a alcançar 1 milhão de visualizações. Agora, ele já soma muito mais do que isso. Para fazer seus vídeos, ele conta com amigos convidados e fala de assuntos do cotidiano e cultura pop.
 
 
4. França
 
Rémy Gaillard – 1,13 bilhão de visualizações
 
Gaillard já era um humorista conhecido em toda a televisão europeia quando decidiu apostar na internet. E não é preciso entender francês para compreender o humor do rapaz. Seu trabalho pode ser classificado como uma mistura de pegadinhas com Jackass.
 
 
3. Canadá
 
Just for Laughs Gags – 1,17 bilhão de visualizações
 
As pegadinhas garantem a audiência mundial desse canal do YouTube, que pertence a uma emissora de televisão de Québec.
 
 
2. Suécia
 
PewDiePie – 2,64 bilhões de visualizações
 
Apesar do segundo lugar, o canal de Felix Kjellberg tem o maior número de inscritos de todo o YouTube: 14,4 milhões. O jovem sueco produz vídeos em inglês, apesar de morar na Itália com a namorada. É especializado em fazer sátiras sobre o mundo dos jogos.
 
 
1. Estados Unidos
 
Smosh – 2,69 bilhões de visualizações
 
Anthony Padilla e Ian Hecox já faziam sucesso com vídeos de humor na internet antes mesmo do YouTube, em 2003. Juntos, eles possuem outros canais sobre jogos, animações, curiosidades, músicas e conteúdo em castelhano, garantindo postagens diárias do que já se tornou um negócio milionário.
 
 
Redação Adnews (Colaboração de André Cordeiro)
Total
0
Shares
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Post anterior

A batalha das biografias não autorizadas continua

Próximo post

Agência gaúcha ousa em campanha contra o câncer de mama

Posts Relacionados