Unilever

Unilever foca na autoestima feminina e abandona o termo “normal”

Após verificar que 56% das pessoas se sentem excluídas por descrições utilizadas em produtos de beleza, a Unilever promete mudanças em seus produtos

A Unilever, anunciou o movimento Beleza Positiva, sua nova visão e estratégia para a categoria de beleza. Em suma, a campanha visa promover mudanças positivas tanto para as pessoas, quanto para o planeta.

Dentre as principais mudanças a partir desse movimento será a retirada do termo “normal” das embalagens e também da publicidade de seus produtos de beleza e cuidados pessoais. Além disso, a empresa promete não editar o corpo e a cor da pele em fotos de anúncios, e irá aumentar a diversidade na propagandas.

Anteriormente, a Unilever foi uma das primeiras signatárias da Aliança sem Estereótipo da ONU, em 2017. Em seguida, a marca apoiou a regionalização do movimento na América Latina, começando pelo Brasil. 

Mudanças positivas para as pessoas e para o planeta

Desde já, até 2030 a companhia pretende abranger 1 bilhão de pessoas por ano com diversas ações. Nesse sentido, dentre as ações estão: melhorar a saúde e bem-estar das pessoas, impulsionar a equidade de gênero e atuar pelo fim da discriminação na beleza e defender a inclusão.

Ao mesmo tempo em que, a empresa almeja colaborar para a proteção e regeneração de 1,5 milhão de hectares de terras, florestas e oceanos. Enquanto, apoia a proibição global de testes em animais até 2023.

Termo “Normal” faz com que 56% das pessoas se sintam excluídas

De acordo com pesquisa realizada pela Unilever, com 10 mil pessoas em nove países – Brasil, China, Índia, Indonésia, Nigéria, Arábia Saudita, África do Sul, Reino Unido e EUA. O uso da palavra “normal”, a fim de descrever tipo de cabelo ou de pele faz com que 56% das pessoas se sintam excluídas. 

Sendo que, entre pessoas com idades entre 18 e 35 anos, esse sobe para 80%. Consequentemente, para 74% dos entrevistados a indústria da beleza precisa contribuir para que as pessoas se sintam bem com seus corpos.

Para Sunny Jain, presidente da Unilever na categoria de beleza e cuidados pessoais, o crescimento da consciência em relação às consequências dos padrões de beleza, e a influência disso no modo de pensar e agir das pessoas, proporciona à Unilever e suas marcas a oportunidade de gerar grande impacto na sociedade. Pois, um bilhão de pessoas utiliza algum produto de beleza e cuidados pessoais da Unilever todos os dias.

“Sabemos, é claro, que remover o ‘normal’ por si só não resolverá o problema, mas acreditamos ser esse um primeiro passo importante dentre muitos outros que virão em direção a um conceito mais inclusivo de beleza, livre de estereótipos. Ao adotar a visão da Beleza Positiva em nossos negócios, queremos fazer o bem tanto as pessoas quanto para o planeta”, diz. 

Total
0
Shares
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Post anterior
Santander

Santander é o novo patrocinador da Copa Libertadores feminina

Próximo post
Por que precisamos de uma Customer Data Platform?

Por que precisamos de uma Customer Data Platform?

Posts Relacionados