Chloé Zhao

Chloé Zhao: conheça a primeira mulher não branca a vencer o Oscar

Além de ser a segunda mulher a vencer o Oscar, a diretora chinesa Chloé Zhao, se tornou a primeira mulher não branca a ganhar o prêmio. Saiba mais

Na premiação do Oscar 2021, neste domingo, 25, um dos grandes destaques da noite foi a diretora Chloé Zhao, que ganhou duas estatuetas com Nomadland. Com o prêmio de melhor direção, melhor filme, e ainda com a protagonista Frances McDormand, vencendo o prêmio na categoria melhor de atriz.

Além disso, a cineasta é a segunda mulher a vencer o Oscar, se tornando também a primeira mulher não branca a ganhar o prêmio. Anteriormente, em 2010, Kathryn Bigelow foi a primeira mulher a conquistar uma estatueta na categoria, por “Guerra ao Terror”.

Foto: Todd Wawrychuk/A.M.P.A.S. via Getty Images

“Isso é para qualquer pessoa que tenha a fé e a coragem de se manter boa, independentemente do quão difícil seja isso. Vocês me inspiram a seguir em frente. Obrigada. ” Afirmou Chloé Zhao, em seu discurso após ganhar o Oscar de melhor direção.

Quem é Chloé Zhao?

A nova sensação chinesa de Hollywood de 39 anos é natural de Pequim, e ao contrário de seus personagens, tem origem de família rica. O que permitiu que Chloé cursasse Ciências Políticas em Los Angeles e Cinema em Nova York. Sendo que, na New York University, ela foi aluna de Spike Lee.

Entre as características de seus trabalhos originais, está a presença de personagens ignorados pelo capitalismo, em geral não-atores. Em outras palavras, grande parte dos filmes da cineasta chinesa possuem pessoas comuns, que interpretam a si mesmas em uma mistura de documentário e ficção. Esse traço, juntamente com histórias em ritmo lento, mas reflexivas, são comuns nas obras de Chloé. Desde “Songs My Brothers Taught Me” (2015) e “Domando o destino” (2017), até “Nomadland” (2020), todos os filmes possuem tais características.

Foto: Taylor Jewell/Invision/AP

Lembrando que, a nova estrela de Hollywood assina a direção de “Os Eternos”, novo filme da Marvel Studios, que possui previsão de estreia para 06 de novembro deste ano. Valem lembrar, que Chloé já ganhou o Globo de Ouro, o Leão de Ouro de Veneza e vários outros prêmios.

China censura conquista de Chloé Zhao

Emnora a conquista de Chloé Zhao tenha sido histórica, a China tem evitado comentar sobre a premiação da cineasta. Até o momento, as as duas principais emissoras da China, a CCTV e a Xinhua, não comentaram sobre a premiação. Ao mesmo tempo, uma mensagem de uma revista de cinema anunciando a vitória de Chloé no Weibo (“versão chinesa” do Twitter) foi removida pouco após ser publicada.

A atitude chinesa é semelhante a quando Zhao ganhou o prêmio de melhor diretora no Globo de Ouro. Embora a mídia estatal chinesa tenha parabenizado rapidamente a cineasta, internautas descobriram uma entrevista de 2013 de Chloé que comprometeu sua reputação em seu país natal.

Na entrevista à revista americana Filmmaker, ela criticou a China de sua infância, descrevendo o país como um lugar “onde há mentiras por toda parte”. Enquanto em outra entrevista mais recente à mídia australiana, Zhao teria dito que os Estados Unidos “agora são meu país, no final das contas”. Posteriormente, o site esclareceu que a fala da cineasta havia sido transcrita incorretamente e o que ela realmente disse foi que os EUA “não são meu país”.

Mas sua reputação perante os nacionalistas chineses já estava comprometida e em pouco tempo, os materiais promocionais de “Nomadland” desapareceram do Weibo. Além disso, o filme que seria lançado na China em 23 de abril, foi removido dos principais sites de cinema do país.

Total
0
Shares
Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Post anterior
Cerveza Patagonia eterniza perguntas bizarras sobre churrasco do Yahoo Respostas

Cerveza Patagonia eterniza perguntas bizarras sobre churrasco do Yahoo Respostas

Próximo post
Top Publi

Top Publi: Confira as melhores campanhas da semana!

Posts Relacionados

Por favor, desabilitar Adblock para visualizar conteúdo do site.