Skip to main content

Bienal de Arte Digital, que até 22 janeiro vai ocupar os quatro andares do Oi Futuro, no Rio de Janeiro, aposta no alinhamento entre arte e tecnologia. Em parceria com o artista digital Pug Club Gang autor de coleções de NFTs do famoso cãozinho “Pug”, a Bienal oferece NFTs gratuitos para o público colecionar. Ao todo serão 10 mil NFTs, cada qual com diferentes características. Será como possuir uma imagem digital para uso em redes sociais, por exemplo. Estas imagens são totalmente únicas, criadas na blockchain com exclusividade para cada proprietário, que passará a ter uma carteira digital (wallet) com o NFT (token). O lançamento da coleção da Bienal é hoje, 25 de novembro. 

Sob formato de avatar, os NFTs têm múltiplos temas em apoio à diversidade de corpos, gêneros e sexualidades. Através do site oficial (https://bienalartedigital.com/nft/) e do Discord da Bienal, os interessados poderão conferir as instruções de como cunhar seu NFT, que pode conter temas LGBTQIA+, indígenas, raciais ou relacionados ao universo da arte, a personagens da cidade do Rio de Janeiro ou à cultura digital. Haverá ainda NFTs premiados aleatoriamente que irão render brindes exclusivos para os sortudos que os encontrarem e puderem retirar os brindes no Oi Futuro no Rio. Um deles, dentre 10 mil NFTs, dará acesso à comunidade Pug Club Gung com benefícios exclusivos. . 

Segundo os desenvolvedores Carioca NFT (Gabriel) e o Artista Pug Club Gung, a ideia, além de divertida, tem caráter educacional: “Desejamos ajudar as pessoas a terem uma carteira digital na web, criarem seu lugar na blockchain e se incluírem nesse universo”. 

O QUE É A BIENAL DE ARTE DIGITAL?

Realizada em 2018 no Rio e em Belo Horizonte com um público de mais de 70 mil pessoas, a Bienal de Arte Digital foi promovida pelo FAD, com patrocínio da Oi e apoio cultural do Oi Futuro. A programação contou com artistas do Brasil, Chile, China, Espanha, Estados Unidos, Itália, México e Reino Unido, apresentando exposições, performances e simpósios com o tema “Linguagens Híbridas”. A proposta da Bienal é se tornar uma agenda nacional de arte digital e mostrar a cada dois anos obras e exposições que reflitam temas sociais importantes, evidenciando que a arte possibilita à tecnologia exibir suas experiências sociais.

Quer saber mais sobre as novidades? Não deixe de seguir o ADNEWS nas redes sociais e fique por dentro de tudo!