Première Telecine tem filme com astro do K-Pop

The Box – No Ritmo do Coração, com Park Chanyeol, estreia neste sábado (21).

Para quem não conhece, o super popular gênero musical K-Pop, é uma abreviação de korean pop. Embora englobe todos os gêneros de “música popular” dentro da Coreia do Sul, abrange estilos e gêneros incorporados do ocidente. É o caso do pop, rock, jazz, hip hop, R&B, reggae, folk, country. Além, é claro, de suas raízes tradicionais de música coreana. Um dos grandes nomes do gênero é . É Park Chanyeol, do grupo EXO. Ele estreia como ator no filme que vai passar no Première Telecine deste sábado, 21, às 22 horas. É o musical The Box – No Ritmo do Coração. No mesmo dia também estará disponível no app.

A história

O produtor musical Min Soo (Jo Dal-Hwan) já teve grande sucesso. Não mais. Chegou ao fundo do poço. Mas um dia, encontra Ji Hoon (Park Chanyeol), um jovem cantor desconhecido.  Min Soo tem a ideia de lançar a carreira do jovem, que tem tudo para ser um sucesso. O problema é a sua fobia paralisante ao pisar no palco. Juntos, eles vão procurar uma saída para que Ji Hoon consiga driblar o medo e se apresentar em público. Aí é que entra a caixa – box – do título.

A crítica

A espinha dorsal da história você já viu um monte de vezes. Até em Nasce uma Estrela. Profissional descobre um grande talento que pode tirá-lo do fundo do poço. O início é meio arrastado. Mas a partir do momento, em que os dois começam a viajar, o filme melhora. A trilha sonora faz um mix interessante. Junta grandes sucessos , tipo What a Wonderful World, com músicas coreanas. Há também vários sucessos modernos. Desde Bad Guy, de Billie Eilish, passando por A Sky Full of Stars, do Coldplay, entre outros. A ideia é ser uma daquelas histórias que dão esperança. Quando foi lançado na Coréia, o filme bateu recordes de bilheteria.

É claro que o filme é bem rudimentar. Desde a fotografia, até as atuações. Mas isso não deverá ser um problema para os milhões de fãs de K-Pop. Chanyeol  até se sai bem, conseguindo passar a timidez e seu lado vulnerável. Tem uma certa química interessante com os personagens que cruzam o caminho. No final, se você não esperar muito, dá até para assistir nesse sábado no Telecine. E embarcar na mensagem simpática.

Eliane Munhoz

Para saber mais sobre filmes e séries, acesse blogdehollywood.com.br

Total
0
Shares
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Post anterior
la casa de papel 5° temporada (1)

La Casa de Papel parte 5 contará com personagens novos, conheça!

Próximo post
Empresas chatbots

Como as empresas podem aprimorar o atendimento ao cliente por meio de chatbots

Posts Relacionados