A crise provocada pela Covid-19 vem trazendo danos à saúde das pessoas e das empresas, em escala global. As medidas necessárias para conter o avanço da pandemia, como o isolamento social e suspensão por tempo indeterminado de diversas atividades comerciais e industriais, tem obrigado empresas a se adaptarem rapidamente para preservar a saúde de seus colaboradores — e de seus negócios. O equilíbrio entre essas decisões e a forma como as empresas as comunicam, impactam diretamente sua reputação, não apenas durante a crise, mas na forma como essas marcas serão lembradas quando tudo isso passar. De acordo com uma pesquisa realizada pelo Instituto Locomotiva, 51% das pessoas dizem ter perdido renda devido a pandemia e que já estão contingenciando seus gastos. Outro dado relevante é que mais de 30% das companhias, de todos os setores, já sentiram impactos nos negócios devido ao novo coronavírus. 

Mesmo com iniciativas para preservar a saúde e emprego de seus colaboradores, muitas empresas se veem obrigadas a tomar medidas impopulares a fim de preservarem, também, a saúde dos negócios. Para auxiliar as empresas a manterem uma comunicação clara e alinhamento de mensagens com seus colaboradores e também com a imprensa e o mercado, é necessário encontrar tecnologias que auxiliam na gestão de crise, para que empresas comuniquem de forma ágil e estruturada a seus porta-vozes e até mesmo a colaboradores suas mensagens-chave,  posicionamentos e respostas à perguntas frequentes. Assim, torna-se possível dar acesso a informações assertivas em tempo real, e inclusive testar o conhecimento e preparo de seus porta-vozes e colaboradores sobre o posicionamento da empresa com relação a temas sensíveis.

Dessa forma, as agências de comunicação podem publicar diretamente na ferramenta de seus clientes conteúdos como mídia briefings, mensagens-chave e atualizações sobre temas sensíveis, segmentados para os porta-vozes responsáveis por cada tema. Parte do trabalho de assessoria de imprensa está em preparar os porta-vozes de seus clientes para lidar da melhor maneira em momentos de crises. Uma plataforma pode facilitar esse trabalho, principalmente nessa época em que as empresas estão tendo de tomar importantes decisões e fazer grandes mudanças em curtos espaços de tempo. É possível direcionar para os porta-vozes da empresa os temas que podem gerar crise, abastecê-los com conteúdo, e mantê-los atualizados sobre qualquer notícia ou dado relevante que eles devam saber. 

Veja os benefícios de um bom discurso para a crise 

Nessa época de pandemia as medidas do governo e anúncios são alterados e divulgados semanalmente, mas com tantas informações online e  fake news nem sempre é fácil distinguir o que pode gerar riscos para uma empresa ou o que é apenas mais informação . Com um bom discurso para a crise, por meio de um app específico para isso, é possível direcionar as mensagens de acordo com cada função e área de atuação de um porta-voz. Tem empresas, por exemplo, que possuem mais de 30 diretores e cada um em uma área de atuação. Para prepará-los para possíveis entrevistas ou esclarecimentos são disponibilizados exclusivamente para eles mensagens-chave, artigos, infográficos, vídeos e documentos, tratando de assuntos sensíveis relacionados com suas áreas de negócio. Dessa forma, eles não se perdem em meio a emails e notícias, e se mantém informados sobre os impactos da crise e de como se posicionar frente a temas, com um media briefing sempre atualizado.

Por André Franco é CEO da Dialog.ci, super app de comunicação interna e RH