A Kellogg está fazendo grandes alterações em sua marca

A Kellogg está fazendo grandes alterações em sua marca

A Kellogg está se dividindo em três empresas diferentes em uma grande mudança para a empresa de 116 anos.

A primeira empresa incluirá a unidade de cereais da Kellogg’s ( K ) na América do Norte, que inclui Raisin Bran e Rice Krispies, sua unidade de lanches se tornará uma segunda empresa, incluindo Cheez-Its e Pringles. E, por fim, uma nova “empresa de alimentos à base de plantas puras” será ancorada por sua marca MorningStar Farms.

Novos nomes para as cisões serão anunciados posteriormente, e as cisões devem ser concluídas até o final de 2023. O conselho de administração aprovou os planos e a sede das três unidades permanecerá inalterada. Em comunicado, Steve Cahillane, CEO da Kellogg disse:

“A Kellogg está em uma jornada bem-sucedida de transformação para melhorar o desempenho e aumentar o valor do acionista no longo prazo. Todos esses negócios têm um potencial autônomo significativo, e um foco aprimorado permitirá que eles direcionem melhor seus recursos para suas prioridades estratégicas distintas.”

As ações subiram mais de 8% nas negociações de pré-mercado. Suas ações acumulam alta de mais de 4% no ano. Kellogg explicou que a separação das empresas “posicionará melhor cada negócio para liberar todo o seu potencial”, especialmente porque a empresa cresceu com aquisições nos últimos anos. Focar ainda mais as novas empresas ajudará a criá-las com “metas financeiras que melhor se ajustem aos seus próprios mercados e oportunidades”.

De longe, o negócio de lanches será a maior nova empresa. A Kellogg disse que arrecadou mais de US$ 11 bilhões em vendas no ano passado e é uma “empresa de maior crescimento do que a Kellogg Company de hoje”. Cerca de 60% de suas vendas vêm de Pop-Tarts, Nutri-Grain, Pringles e Cheez-It.

No ano passado, a Kellogg se envolveu em uma greve de 11 semanas em quatro fábricas de cereais, inclusive na cidade natal da empresa, Battle Creek, Michigan. O novo acordo de cinco anos inclui a proibição de fechamento de fábricas durante a vigência do contrato e um aumento do custo de vida nos salários para proteger os trabalhadores do aumento dos preços.

A Kellogg junta-se a várias empresas que se dividem para promover o crescimento. Johnson & Johnson (JNJ) , Toshiba (TOSBF) e GE (GE) anunciaram planos semelhantes no ano passado. Segundo Liz Young, chefe de estratégia de investimentos da SoFi:

“Para sobreviver e acompanhar as tendências do mercado, as empresas precisam analisar quais são suas linhas de negócios mais lucrativas e onde devem passar a maior parte de seu tempo e foco. A concorrência é acirrada. Às vezes você tem que quebrar para reconstruí-la.”

Essa matéria é uma tradução da escrita por Jordan Valinsky para o site CNN Business.

Quer saber mais? Não deixe de seguir o ADNEWS nas redes sociais e fique por dentro de tudo!

Post anterior
Palco Beats: iniciativa vai assumir os cachês de artistas Trans

Palco Beats: iniciativa vai assumir os cachês de artistas Trans

Próximo post
ASICS Sportstyle x AFEW lançam GT-II™ "Uplifting Pack”

ASICS Sportstyle x AFEW lançam GT-II™ “Uplifting Pack”

Posts Relacionados