Sobre o curso: Certificação em Planejamento de Mídia Programática

Ao longo deste primeiro ano, a Publya esteve em diferentes cidades e estados para apresentar de forma gratuita a Certificação em Planejamento de Mídia Programática, um dos temas abordados pela Publya Advertising Academy e realizado em parceria com a MediaMath e Tail.

Apoiado na metodologia “See-Think-Do”, de Avinash Kaushik, o curso ministrado pela Inês, apresenta os melhores caminhos para que profissionais de marketing e mídia consigam planejar e analisar de campanhas compradas de forma programática. Desde a escolha do objetivo, mensagens, estratégias e métricas mais adequadas para cada momento da jornada do consumidor.

 

Ensinar, conectar pessoas e desenvolver profissionais

Por ser um setor visto como complexo demais, a programática ainda enfrenta barreiras de crescimento no Brasil. Por isso, a principal missão da Publya Advertising Academy é ensinar por meio de uma abordagem simples e educativa para contribuir com o desenvolvimento dos profissionais do mercado.

De acordo com a Inês, esse é o principal diferencial do curso. Pois a partir dessa premissa foi possível criar uma grade de conteúdos focada em conectar as pessoas, fazendo com elas de fato aprendessem.

Por exemplo, durante o processo de construção do curso, algumas técnicas foram essenciais para fazer com que mais pessoas conseguissem dar os primeiros passos no universo da mídia programática, como evitar o estrangeirismos e até mesmo utilizar uma linguagem muito técnica.

“Entramos nessa para ensinar – e não para mostrar que sabemos. Como resultado, ao final de cada curso, tivemos inúmeros feedbacks no estilo “Finalmente consegui entender a programática.” o que acaba sendo extremamente gratificante”, comenta Inês.

 

A programática veio para resolver uma dor do mercado

Um dos objetivos mais importantes do curso é o de fazer um resgate sobre o surgimento da programática e por que essa modalidade de compra é importante para o mercado de publicidade. Deixando claro o conceito do seu funcionamento e como ela se relaciona com o ganho de eficiência, transparência e integração e ao longo da operação de campanhas.

Segundo a Inês, “colocar a programática em uma caixinha de tendência ou moda passageira – como se fosse algo que pudéssemos resistir – são sinais de que o mercado não entende ainda o propósito desse setor.”

Ao potencializar o conhecimento sobre como funciona a compra programática e quais são as suas vantagens, é esperado que os profissionais treinados durante o curso sintam-se seguros e tenham critérios técnicos para avaliar e escolher tecnologias, parceiros de consultoria ou montar uma operação.

Deixe seu Comentário

Leia Também

AdInsights

+ Ver mais

A Gillette sabe o que faz. Já Neymar…

por Adinsight por Leonardo Araújo

Especial TV Aberta

+ Ver mais

Como a TV conversa com o Youtube?

por Gabriel Grunewald