A rádio CBN chega ao final de 2020 sendo mais uma vez reconhecida pela qualidade de suas produções. Dessa vez, a rádio que toca notícia faturou o Prêmio CNT de Jornalismo na categoria Rádio pela série “Mobilidade e pandemia: aonde vamos chegar?”, produzida pelos repórteres v.

Exibida no inicio de agosto, a série abordou os desafios da mobilidade no país, como as cidades devem se preparar para os transportes integrados e os problemas evidenciados durante a pandemia, como a priorização do transporte individual ao coletivo.

Em sua 27ª edição, a iniciativa da Confederação Nacional do Transporte avaliou aspectos como relevância para o setor de transporte, para o transportador e para a sociedade, qualidade editorial, criatividade/originalidade e atualidade dos temas.

Divididos em seis categorias (Impresso, Internet, Televisão, Rádio, Meio Ambiente e Transporte, Fotografia), os trabalhos finalistas foram submetidos à avaliação da Comissão Julgadora do prêmio, composta por jornalistas com larga experiência na imprensa e por um especialista em transporte.

Promovendo entretenimento e prestação de serviços a seus ouvintes, a CBN é hoje a maior rede all news no Brasil. São 4 emissoras próprias e 39 afiladas trazendo uma diversidade de conteúdos, sempre com análise crítica do que está por trás dos fatos.

“Todos os nossos conteúdos, sejam eles linear ou on demand, são pensados para acompanhar a jornada de consumo de nossos ouvintes. Ofertamos temas relevantes para sua vida e sua comunidade.” afirma Giovanna Fraga, Gerente de Marketing da CBN.

A emissora concorria também na mesma categoria com o episódio “Na boleia do caminhão” da série de podcasts “Vozes: Histórias e Reflexões”, sob o comando de Gabriela Viana, e com a série “Desafios sobre duas rodas”, apresentado pelo jornalista Leandro Gouveia.