Embalagens minimalistas: menos é mais

Com o avanço constante da publicidade, é comum sentir um excesso de informações, se pensar que a todo instante somos bombardeados por imagens, textos, cores e tudo aquilo que está presente nas mídias sociais e propagandas em geral. Os consumidores parecem estar sobrecarregados por imagens e informações nas embalagens tradicionais.

Foi pensando nesse motivo, que o minimalismo chegou para agregar a sua marca e contrariar o conceito de vistas cansadas, trazendo uma estética mais limitada e com a quantidade ideal de informações.

O minimalismo surgiu no século XX e faz jus a movimentos artísticos e culturais, que se preocupavam em usar poucos elementos em sua representação, para transmitir apenas ideia principal. Esses movimentos foram essências em diversas áreas: música, design, tecnologia, artes visuais e até no setor de embalagens, criando designs limpos e altamente comunicativos. A tendência conquistou usuários que valorizam a estética sem excessos.

 

Menos é mais

O segredo do minimalismo é reunir somente os elementos essenciais para comunicar a ideia base. Uma embalagem minimalista deve cumprir com a sua função: atrair, encantar e informar o cliente.

Embalagens muito estampadas, ou seja, com design repleto de elementos visuais, podem causar um desconforto aos olhos do consumidor e a não identificação das informações. Então, para se opor a isso, as embalagens minimalistas chegaram para comunicar aquilo que se propõem, instigando a curiosidade dos consumidores acerca do que é o produto.

 

Na prática

A comunicação visual é fundamental: cores chapadas, tipografia sóbria e reunião sensata de elementos visuais, com prioridade máxima ao logotipo.  

A dica para as empresas que cogitam aderir o minimalismo, é fazer testes e estudar se o movimento atende a marca, pois nem todo tipo de empresa pode funcionar bem com embalagens minimalistas. Sendo assim, é importante analisar o público alvo e a identidade dos produtos. O minimalismo, por exemplo, não funcionará para o público infantil, que necessita de cores e elementos vibrantes.

Saber as diferentes percepções visuais é uma forma de expandir a sua gama de opções na hora de se comunicar com o seu cliente. O minimalismo pode ser uma ótima alternativa.

 

Confira abaixo, algumas embalagens minimalistas projetadas pelo artista Mehmet Gozetlik:

O artista retira cores, modifica a apresentação dos itens e os torna ainda mais atrativos e minimalistas!

 

 

Total
3
Shares
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Post anterior

Aktuellmix busca agilidade na gestão e apresenta mudanças para 2021

Próximo post
Dadinho

Dadinho comemora 67 anos com curiosidades que marcam sua história

Posts Relacionados