Far Cry 6

Far Cry 6: “Quando sua revolução começa?”; conheça a história

Conversamos com Navid Khavari, diretor de narrativa do Far Cry 6, que comentou sobre diversos aspectos da narrativa do game que chegou hoje (07)

Nesta quinta-feira (07), chegou oficialmente o Far Cry 6, um dos games mais esperados deste ano, dando continuidade na franquia de sucesso. Com um novo vilão, Antón Castillo, estrelado pelo ator Giancarlo Esposito, de Breaking Bad, o game se passa em Yara, versão fictícia de Cuba, durante o regime ditador de Castillo. O protagonista intitulado Dani Castillo, deve liderar a revolução no país, e lutar contra o regime de Antón para libertar seu em Yara.

Desenvolvido e publicado pela Ubisoft, Far Cry 6 é o grande lançamento da desenvolvedora no ano, e chega com altas expectativas para o mundo gamer. Para desvendar a narrativa do game, que promete ser a mais política e inovadora da saga, conversamos com Navid Khavari, diretor de narrativa do Far Cry 6, que detalhou Antón Castillo, Dani Rojas e toda a trama.

Entrevista com Navid Khavari, diretor de narrativa do Far Cry 6

Far Cry 6
Foto: Divulgação/Ubisoft

Após um Far Cry 5 de sucesso, com uma temática polêmica, o que os fãs podem esperar de uma história voltada com um regime ditador?

Acho que você sempre pode esperar o inesperado de Far Cry. Desta vez, trazemos ao público a história da revolução moderna, contada através dos olhos de nosso herói, Dani Rojas. Com Dani, queríamos dar mais ênfase em nosso protagonista do que nunca em Far Cry. Não apenas você tem a escolha de jogar como uma versão masculina ou feminina do personagem, mas esta também é a primeira vez que nosso protagonista tem participação pessoal na história. Dani cresceu em Yara. Esta é a casa que eles estão assistindo à luta sob o regime de Antón. Isso nos permitiu contar uma história mais pessoal e explorar as conexões entre eles e o povo de Yara.

No centro de nossa narrativa está uma questão fundamental: quando sua revolução começa? Queríamos entender o que leva uma pessoa comum como Dani a pegar um rifle e se tornar um guerrilheiro. Ao longo da jornada de Dani como guerrilheira, você encontrará um grande elenco de personagens de ambos os lados da revolução, cada um com seu próprio motivo para lutar. Alguns têm boas intenções, outros absolutamente não, mas todos foram arrastados para uma guerra de guerrilha épica com riscos e consequências complexas.

O objetivo de Antón é reconstruir o paraíso em Yara para os verdadeiros Yarans e para seu filho Diego, que ele está preparando como seu sucessor e futuro “Leão” de Yara. Antón e Diego Castillo são uma dupla de antagonistas como Far Cry nunca viu, e isso nos permite criar e explorar novas dinâmicas entre os personagens, como a relação pai-filho – algo que nossos atores, Giancarlo Esposito e Anthony Gonzalez trazem à vida lindamente.

No geral, a equipe depositou toda sua dedicação e compromisso em Far Cry 6, para elevar a experiência narrativa a um novo nível em termos da narração de história e realização. Tudo para envolver os jogadores nesta história épica de guerrilha.

Até hoje, Vass, de Far Cry 3, é considerado um dos maiores vilões do mundo dos games. Anton Castillo repetirá o sucesso de Vass?

Estamos entusiasmados com a representação de Antón Castillo em Far Cry 6, por Giancarlo Esposito. Antón parece muito real para nós, porque em seu coração ele é um pai que tenta criar um filho e dar a ele um futuro que ele merece. Esta é a casa de Antón também, não se esqueça. Mas, ao contrário de Dani, ele tem a simpatia, o poder e um ponto de vista distorcido que usa para justificar suas ações, vendo sua visão de Yara por todos os meios necessários. Mal podemos esperar para que os jogadores descubram até onde ele está disposto a ir.

Far Cry 6
Foto: Divulgação/Ubisoft

Ainda falando de Vass, como é a criação de personagens de Far Cry, considerando a personalidade de Vass e de Castillo?

Cada personagem principal do Far Cry é criado do zero e é exclusivo para o cenário e a história do jogo. Conforme a equipe começou a construir o mundo de Yara, as histórias dos fundadores da ilha deram lugar às décadas de famílias e governantes que vieram depois deles. O mais importante sobre os personagens de Far Cry é que eles têm um ponto de vista único e, de certa forma, que os diferencia. Os personagens centrais de Far Cry 6 – e os personagens que você encontra ao longo do caminho, aliás – têm uma história por trás que lhes dá um motivo para aderir ao regime de Antón, lutar contra ele ou navegar por ele. Far Cry é conhecido por ter um grande elenco de personagens e mal podemos esperar que os jogadores conheçam Dani, Antón e outros em Far Cry 6.

Como a crueldade de Anton Castillo irá se relacionar com seu filho, Diego?

O relacionamento de Antón e Diego é algo que consideramos único para a franquia. O próprio Antón tem uma dualidade de pai e governante. Ele percebe plenamente que está colocando muita pressão sobre seu filho, mas sua visão é muito importante para recuar. Já para Diego, ele está amadurecendo e forjando o homem que um dia se tornará. Ele olha para o pai e acredita no fundo que o que Antón está fazendo é moralmente errado, e teme que ele siga seus passos. Mas ainda o ama e admira. É um relacionamento complexo, mas fundamental para a história, especialmente quando Dani se envolve.

Foto: Divulgação/Ubisoft

Após introduzir um protagonista mudo em Far Cry 5, a saga retorna com uma protagonista que pode ser homem, ou mulher. O que os fãs podem esperar em relação a sua personalidade?

Dani Rojas é alguém que acho que todos nós fomos em algum momento de nossas vidas: um azarão. Mas ele(a) fica um pouco sem rumo quando o encontramos. Um militar abandonado que só quer fugir de Yara e deixar a revolução para trás. Até ficar cara a cara com Antón Castillo. A partir daí, Dani embarca em uma jornada épica para encontrar raízes dentro do movimento Libertad, tornando-se uma das melhores guerrilheiras de Clara Garcia, líder da resistência. Mas não termina aí, Dani é um personagem que está em busca de um propósito e isso é extremamente importante para sua jornada.

Foto: Divulgação/Ubisoft

Um dos protagonistas com uma personalidade mais forte da franquia, Jason, de Far Cry 3, passa por uma grande mudança em sua personalidade ao longo da trama. Podemos esperar uma mudança semelhante de personalidade com Dani Rojas?

Antón não aprovou esta mensagem – você terá que jogar para descobrir!

Total
0
Shares
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Post anterior
Eudora

Eudora encontra necessidades das consumidoras com Inteligência Artificial

Próximo post
GNT tecnologias da esperança

Novo documentário do GNT, “Tecnologias da Esperança”, fala sobre o futuro do trabalho

Posts Relacionados