Google apresenta soluções disponíveis para anunciantes aproveitarem a Black Friday 2021

Google apresenta soluções disponíveis para anunciantes aproveitarem a Black Friday 2021

Recursos do Google Shopping, YouTube e plataformas de publicidade do Google permitem que lojistas alcancem mais clientes e aumentem vendas

Com a aceleração da vacinação, os brasileiros têm se mostrado mais otimistas, principalmente na retomada das atividades. Uma pesquisa do Google encomendada à Ipsos, com 500 entrevistados e com foco no comportamento de consumo para a Black Friday, indica que 64% tem intenção de comprar na Black Friday de 2021.

Os dados para a retomada do Varejo são animadores e, nesse momento, é possível ver várias inovações disponíveis para anunciantes de todos os tamanhos. O Google apresenta soluções para a publicidade para que varejistas possam ter sucesso na Black Friday:

1 – Mostre seus diferenciais logísticos

A cada ano, os consumidores ficam ainda mais exigentes e esse ano não será diferente. As buscas por frete grátis cresceram 138% esse ano em relação ao período pré-pandemia. E quando se trata do interesse dos consumidores pela opção de retirada na loja, 39% declaram que pretendem usar esse serviço nas suas compras de final de ano.

Comunicar esses diferenciais no Google Shopping pode fazer toda a diferença na tomada de decisão dos clientes. Os anúncios de inventário local permitem comunicar aos consumidores a possibilidade de Comprar Online e Retirar na Loja. Além de ajudar no processo da tomada de decisão de compra, oferecer essa comodidade é uma forma de aumentar as vendas, já que 85% dos consumidores compram outros produtos quando vão à loja fazer a retirada.

2 – Mostre seus produtos em mais lugares no Google

Todos os dias, milhões de pessoas vão ao Google e ao YouTube para fazer compras e explorar produtos. Estar presente nesses momentos de descoberta, exploração e decisão é essencial para conquistar e fidelizar a base de clientes, em especial na Black Friday. Além de mostrar os produtos na vitrine do Google Shopping, agora é possível expandir a presença virtual da loja para outros inventários.

O YouTube permite transformar vídeos em uma vitrine virtual para mostrar os itens mais populares. O mesmo pode ser feito nas campanhas de aplicativos ou ainda, em breve, nas campanhas de Discovery.

3 – Conecte-se com seus clientes no mundo físico

Um estudo do Google em parceria com a Kantar mostra que 54% das descobertas de novos produtos passaram a ser feitas no digital. Os consumidores não usam o Google apenas para comprar on-line, mas também para encontrar o que precisam nas lojas físicas. Por isso, se as lojas estiverem abertas, é importante garantir que os clientes possam encontrá-las online de maneira fácil e rápida.

Para isso, é essencial manter o Perfil da Empresa na Busca e Google Maps, por meio do aplicativo Google Meu Negócio, atualizado para garantir que os clientes vejam o horário de funcionamento e outros detalhes sobre os estabelecimentos. Além disso, é possível ajudar os clientes a terem mais visibilidade, listando o estoque de produtos disponíveis na loja de forma orgânica, ou promovendo os produtos em inventário.

Para mensurar o comportamento dinâmico dos consumidores entre o on-line e off-line, o Google oferece uma variedade de maneiras de medir o impacto que os anúncios online têm na loja física de visitas a vendas. Com base nesses dados, é possível ajustar a estratégia para aumentar as vendas totais.

4- Utilize o máximo de automação em campanhas

Com as incertezas que ainda estamos vivendo, continua sendo desafiador planejar as campanhas de marketing para a Black Friday e a outras datas sazonais de fim de ano. Por isso, o Google introduziu mais ferramentas e relatórios para ajudar os lojistas a se concentrarem no seu negócio e alcançar o melhor retorno possível das campanhas nesse período de alta sazonalidade.

O ideal é começar entendendo as marcas e os produtos mais populares, conferir o relatório de Itens Mais Vendidos no Merchant Center para ajudar a decidir quais novas marcas e produtos os lojistas devem ter em estoque para a temporada. Outras ferramentas, como a página de Insights e o Planejador de Desempenho, podem ajudar a identificar tendências e planejar o orçamento das campanhas. 

Se a empresa tiver um aplicativo, além de utilizar as campanhas de instalação e engajamento do Google, o lojista deve verificar se está enviando compradores aos lugares certos no seu app usando duas novas ferramentas: o validador e a calculadora de impacto de deep links.

E por fim, é sempre bom lembrar de usar as Campanhas Inteligentes do Google que contam com o melhor da automação, para maximizar os resultados nessa data tão importante.

Total
0
Shares
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Post anterior
Lançamento de livro sobre atendimento em agências (1)

Lançamento de livro sobre atendimento em agências de publicidade

Próximo post
Brahma Brahmosidade

Brahma dará R$ 4 mil para especialista em “Brahmosidade”

Posts Relacionados