Skip to main content

O diretor de Talentos Internacionais da Viral Nation Talent explica a dominância do Instagram.

Um levantamento realizado pela agência especializada em marketing de influência, Influency.me, mostrou que 70% dos influenciadores elegeram o Instagram como sua rede principal na criação de conteúdo, seguido pelo TikTok, com apenas 10% dos votos. Apesar de reinar como escolha primária dos criadores, o Instagram fica em desvantagem quando o quesito é modelo de monetização. 28% dos creators afirmaram que o melhor retorno financeiro vem do Youtube e 27% escolheram o do TikTok, enquanto 24% elegeram o do Instagram.

Vale ressaltar que o Instagram, lançado em 2010, é oito anos mais velho que o TikTok, quando assumiu o nome do antigo aplicativo Musical.ly em 2018. No entanto, será que esse é o único motivo que faz a rede da Meta ser o berço da grande maioria dos influenciadores? Na opinião de Fabio Gonçalves, diretor de Talentos Internacionais da Viral Nation Talent, agência especializada em Marketing de Influência, o Insta continua a ser a plataforma fundamental para muitos influencers devido à sua longa estabilidade e estabelecimento como uma mídia de conteúdo visual.

“Sua interface intuitiva e recursos de edição de fotos e vídeos tornam o Instagram ideal para contar histórias visualmente atraentes, o que é essencial para manter e expandir o público. Também há de se dizer que a presença de marcas consolidadas e a familiaridade dos usuários com a plataforma criaram um ambiente onde os influenciadores podem construir e manter relacionamentos sólidos com seu público-alvo. Além disso, analisamos que os seguidores do Instagram são de alguma forma mais fiéis ao criador do que a plataforma em si. Tal lealdade não se repete no TikTok, por exemplo, devido à forma como o algoritmo funciona. Pelo fato dos vídeos viralizarem com mais frequência por lá, as pessoas seguem, na maioria das vezes, por ter visto um conteúdo específico, mas acabam não acompanhando o creator, de fato”, explica.

O diretor acredita que, embora o TikTok tenha ganhado popularidade rapidamente e ofereça oportunidades únicas de alcance e engajamento, o aplicativo ainda está se estabelecendo como uma plataforma de marketing madura.

“Seu modelo de monetização pode não ser tão robusto quanto o do Instagram, mas sua natureza altamente viral e algoritmo de descoberta oferecem um potencial incrível para crescimento rápido e exposição massiva. No entanto, muitos influencers ainda veem o Instagram como a base de sua presença online devido à sua ampla gama de recursos e à base de usuários estabelecida”, continua.

Segundo o profissional, além da estabilidade e da ampla gama de recursos, o Instagram oferece aos influenciadores uma plataforma diversificada para expressar sua criatividade e construir uma marca pessoal. Há uma variedade de formatos, como vídeos no feed, stories e reels, que permitem aos creators se conectarem com seu público de diferentes maneiras, somado ao fato de que, no Instagram, há uma forte cultura de colaboração e comunidade entre produtores de conteúdo. Recursos de marcações, compartilhamento e menções, por exemplo, facilitam a colaboração entre criadores, ampliando o alcance de suas mensagens e atraindo novos públicos.

Outro motivo, desta vez mostrado pela mesma pesquisa, é um dado sobre algoritmo. No que se refere a isso, 53% dos criadores acreditam que a melhor rede é o Instagram, enquanto o TikTok recebeu apenas 24% das indicações. A informação embasa a preferência dos entrevistados e reflete o quanto o Instagram ainda é relativamente transparente em comparação com outras plataformas, como o próprio TikTok, onde regras e critérios para alcançar o público podem parecer mais nebulosos.

 

METODOLOGIA

O levantamento foi realizado no segundo semestre de 2023, por meio de formulário via e-mail, redes sociais e anúncios a influenciadores, agências, assessores e marcas. Foram mais de 300 respondentes.

 

Acompanhe o Adnews no Instagram e LinkedIn. #WhereTransformationHappens