Novembro Azul, está acabando mas a conscientização não pode parar. Neste mês celebramos a conscientização do câncer de próstata. E o plano de saúde Alice, trouxe o #PapodeBarbearia nas redes sociais da marca para falar sobre saúde masculina, uma série de conversas entre Willy Baccaglini, urologista da Comunidade de Saúde Alice, e @lucasvivot, influencer digital. Nela, o público masculino é convidado a reflexões e mudanças de comportamento para uma vida mais saudável. 

 

 
 
 
 
 
Ver essa foto no Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

 

Uma publicação compartilhada por Alice (@deve.ser.alice)

 

De acordo com o INCA (Instituto Nacional de Câncer) o Brasil terá só neste ano 65.840 novos casos da doença – o que reforça a importância dos cuidados de saúde incluindo a prevenção e o diagnóstico precoce, que podem salvar vidas. Mas a prevenção é algo que a gente só consegue fazer quando se tem tempo, informação e motivação. E a Alice percebe que um comportamento muito comum nos homens é ter uma frequência menor de cuidados com a saúde, incluindo nem falar sobre o assunto. 

Pensando nisso, a rede de saúde foi entender os motivos pelos quais o assunto é tão velado entre homens “Culturamente existe uma divisão entre o que é ou não coisa de homem – a figura masculina é muitas vezes vista como super homem, imortal, o que elimina os cuidados com a saúde”, afirma Roberta Savattero, diretora de marketing da Alice.

Mas mesmo evitando falar sobre esses assuntos, existe um espaço em que os homens se sentem mais à vontade para abrirem seus corações: a barbearia. É lá que os homens não só fazem barba e cabelo, mas também encontram cumplicidade para falar sobre temas mais ‘cabeludos’, incluindo a saúde masculina. 

A partir disso, Alice criou o #PapodeBarbearia, um bate papo descontraído entre Baccaglini e Lucas sobre masculinidades, prevenção e saúde mental. A partir de quando é preciso fazer exames? Quais são eles? Qual é a relação da próstata com potência sexual? Só é preciso se preocupar quando sentir dor?  Esses e outros questionamentos permearam a série. “Queremos abordar o tema de um jeito inédito, trazendo um novo olhar para o que é “coisa de homem” e o que é saúde. A ideia é desconstruir mitos e levar conteúdo relevante de um jeito divertido” afirma Roberta.

“Quando o assunto é cuidar da saúde, existe uma grande diferença cultural entre homens e mulheres. O homem tem a falsa autossuficiência e um certo preconceito com relação às consultas de rotinas e exame de toque. Já as mulheres são incentivadas a irem desde cedo ao ginecologista. Quando um homem procura um médico, geralmente é levado por uma mulher.” afirma Baccaglini.” O homem deveria procurar o médico desde cedo para se conhecer melhor e ter uma vida mais dedicada ao autocuidado”, completa.

Alice Agora- serviço gratuito

Para incentivar os homens a entrarem nessa conversa e irem além da cadeira do barbeiro para cuidar da saúde de um jeito descomplicado, Alice abriu seu app para que todo mundo possa conversar com os profissionais do Time de Saúde, através do Alice Agora, canal digital da marca. As pessoas vão poder tirar dúvidas e receber orientações adequadas para cada perfil sobre os mais diversos temas de saúde.

Todos que fizerem o download do aplicativo poderão utilizar o serviço Alice Agora durante dois dias. É fácil, seguro e anônimo. O serviço funciona todos os dias, das 7h às 21h. Todos os profissionais que atendem pelo app são de carne e osso e formados em instituições de renome, como USP e Unifesp e com passagens por hospitais de ponta, como Albert Einstein e Sirio Libanês.