Campanhas que combatem a violência contra a mulher

<p>
	Pe&ccedil;a que retrata viol&ecirc;ncia contra a mulher (Reprodu&ccedil;&atilde;o/ Youtube)</p>

Se qualquer forma de violência já é algo condenável, imagine então quando ela se transforma num ato de covardia em que um homem aproveita a supremacia de sua força para agredir alguém do sexo oposto. Hoje, 25 de novembro, é o Dia Internacional da Não Violência contra a mulher. Trata-se de um tema sempre polêmico e chocante.

A publicidade, como em outras causas, tem um papel importante nesta luta. Se o assunto é impactante, as campanhas também não ficam para trás, sobretudo aquelas criadas por fundações que tratam a questão. Abaixo o Adnews relembra alguns dos mais conhecidos, premiados e comentados trabalhos publicitários que tocam nesse tema delicado:    

Agência: Memac Ogilvy
Anunciante: Fundação Rei Khalid

Campanha: A propaganda defende os direitos das mulheres na Arábia Saudita e foi amplamente compartilhada na internet. Manifestações de conscientização vindas de países mais conservadores não são tão comuns. Talvez por isso, o anúncio criado pela Memac Ogilvy tenha feito tanto sucesso na web.

Agência: McCann de Berlim
Anunciante: Terre des Femes

Campanha: Maquiagem pode esconder acnes, cicatrizes, olheiras, porém, ela também pode disfarçar olhos roxos causados por maridos violentos. Com o objetivo de arrecadar fundos para a organização, a ação foi feita nas ruas de Berlim. Um produto fictício chamado "The Truth" (A Verdade) era oferecido num stand instalado num shopping.  Entretanto, a maquiagem aplicada colocava um olho-roxo nas mulheres.

 

Agência: Taproot
Anunciante: Fundação Save our Sisters

Deusas aparecem machucadas nas peças. As imagens são pinturas que atualizam velhos retratos a óleo de deusas indianas. Além da imagem, o texto também é impactante: "Reze para que este dia nunca chegue. Hoje, mais de 68% das mulheres indianas sofrem violência doméstica. Amanhã, parece que nenhuma mulher será poupada. Nem aquelas pela qual oramos".

Agência: McCann Erickson Romênia
Anunciante: APFR

Campanha: Todos os anos, na Romênia, mais de 12 mil mulheres são vítimas de violência doméstica. Isso significa que as mulheres são abusadas a cada 30 segundos, justamente a duração de um comercial convencional. O filme usa a ideia para inserir clipes curtos que mostram exemplos de abuso doméstico em intervalos comerciais. 

 

Anunciante: Terre Des Femmes
Campanha: O aplicativo criado para o Facebook coloca qualquer mulher da rede social com olho roxo, gera um post da fotografia e questiona: "Uma em cada quatro mulheres são vítimas de violência doméstica. Você faria algo se fosse comigo?"

Agência: DMG Pequim, China
Anunciante: Federação Todas as Mulheres da China

Campanha: Esta instalação diz que mais de 30% das mulheres chinesas passam por casos de violência doméstica e caso você não ajude a parar denunciando, estará sendo conivente para o aumento da violência.

Agência: Ogilvy, Joanesburgo, África do Sul
Anunciante: Powa

Campanha: Neste experimento da Ogilvy, os vizinhos fazem questão de reclamar do barulho da bateria. Mas não dizem nada quando o som é de uma mulher em apuros.

Agência: WCIE, Paris, França
Anunciante: FNSF (Fédération Nationale Solidarité Femmes)

Campanha: Simples e objetiva. "Ficando quieto, você está participando da violência doméstica".


Redação Adnews

Deixe seu comentário: