O e-commerce se tornou algo gigantesco com o passar dos tempos – tanto que já é uma realidade em termos de consumo no Brasil. Estamos vendo esse movimento se tornar cada vez mais mobile, o que significa que os usuários têm na palma da mão tudo o que precisam. E é dentro dessa realidade que um superapp se posiciona.

Um superapp é assim denominado porque resolve, de fato, o dia-a-dia de seus usuários. Ele está presente quando as pessoas sentem fome, precisam fazer suas compras no supermercado ou até mesmo adquirir medicamentos ou itens de farmácia. Mas não para por aí, uma vez que conta com uma opção “qualquer coisa”, na qual é possível pedir, literalmente, tudo de tudo que o usuário precisa no seu dia a dia..

E pensando justamente nesse ecossistema que reúne comodidade e consumo que criamos a nova vertical de entretenimento. A novidade tem como objetivo criar conteúdos que geram engajamento e interatividade e que estão completamente integrados com o core value do superapp, que é o de entregar qualquer coisa em até uma hora.

Nesse modelo, estamos estabelecendo uma relação D2C (direct to customer) que aproxima indústria e usuários. Essa é a grande nova tendência de mercado, além de uma enorme onda que está vindo em que criamos um ambiente online de consumo de forma mais humanizada, mais social e com uma comunidade ao redor de um pilar de comportamento de compra.

Quando criamos a nossa solução de live shopping, não estamos falando simplesmente de uma live com QR Code na tela em que o usuário usa seu leito e é enviado para o e-commerce da marca. Mais do que isso, é criar conteúdos que façam sentido para nosso público com um ambiente de troca entre os usuários e compra em tempo real sem a necessidade de o consumidor ter que sair daquela experiência.

Também é poder dar aos usuários a chance de assistir a um show de comédia ou de música, uma websérie, sessão de teatro, gastronomia , palestras – sem nos limitarmos a essas estruturas de conteúdos – em que de um lado os consumidores possam desenvolver interesse e, de outro, as marcas possam se relacionar de uma forma mais criativa e suave.

Contudo, nem tudo é voltado para brand awareness e relacionamento de marca. Nós trazemos uma plataforma para as marcas fazerem parte desse mundo em que há uma relação direta entre investimento e retorno em conversão de vendas. Estamos apenas no início da plataforma, porém já conseguimos identificar que conseguimos atingir uma taxa de 16% de conversão em vendas. Os KPIs da vertical de Entertainment são 100% focados em conversão de vendas e nossa audiência se forma em torno de um real potencial de compra.

Imagine estar assistindo a um programa de gastronomia, que gera um gatilho de fome e nesse mesmo ambiente você consegue comprar, em um único clique, aquele prato que está sendo cozinhado naquele exato momento. Ou você assistir a sua banda preferida e poder comprar um drinque em tempo real com o superapp entregando o mais rápido possível, tão rápido que me arrisco aqui a dizer que você consegue consumir o produto enquanto desfruta da live. Não é o máximo?

Pois é isso que nos propusemos a fazer: criar uma plataforma que pode ser acessada dentro do aplicativo, onde o usuário não só consegue assistir a conteúdos interessantes, como também trocar com a comunidade que se forma em tempo real e comprar seus produtos de interesse. Somos, no final das contas, uma mistura de parque de diversão com shopping.