Em um mundo de mídia completamente diferente, antes mesmo da pandemia, o hype já era o “influencer”. A identificação com o público e facilidade de se comunicar com milhares de pessoas fizeram com que os criadores de conteúdos abrissem caminho para uma nova forma de fazer boas campanhas.

Tomando o protagonismo das redes sociais e sobrepondo à imagem de celebridades, que estavam acostumadas com o formato da televisão, muitos artistas e personalidades também se renderam e sentiram a importância (e necessidade) de ter uma boa imagem digital, transformando-se em uma influência dentro de outras mídias.

Mas os desconhecidos também têm espaço (e muito) e os novos rostos aparecem, agora, muito mais facilmente. A pandemia contribuiu fazendo com que diferentes pessoas criassem conteúdos, gerassem audiência (seguidores), e se tornassem “nano influenciadores”. Você já ouviu falar nisso? Sabe diferenciar um nano influenciador de um grande influencer? Para uma boa campanha, qual dos dois a marca deve escolher?

“Hoje, o mercado de influenciadores no Brasil, apesar dos poucos 10 anos [de existência], evoluiu bastante. [Os influencers] Estão todos conscientes das responsabilidades sociais que representam e têm qualidade e cuidados na produção de conteúdo [que fazem]’, afirma Paulo Leal, Country Manager da SamyRoad no Brasil, sobre o atual estágio do mercado de influência no país.  

Empresa especializada em marketing de influência, SamyRoad apresenta, a seguir, em parceria com o Adnews, algumas ideias e passos importantes para uma campanha eficiente que queira utilizar criadores de conteúdo, os chamados ‘influencers’.

 Avaliando custo por mil, engajamento e escolhendo nomes certos

Com uma ferramenta proprietária, a SamyRoad analisa diversos parâmetros de dados que indicam o melhor influencer para a sua campanha. Fazem parte desse trabalho a pesquisa da audiência, a verificação e volume de falsos seguidores, contexto semântico e o levantamento de CPM (custo por mil impressões) e CPE (custo por engajamento) dos targets desejáveis.

“O CPM (custo por mil) é nosso compromisso com as marcas. [Temos] O melhor pool de influenciadores para se atingir os objetivos de mídia em termos de audiência, alcance, engajamento e total de impactos. Já o CPE (custo por engajamento), ainda está em discussão no país e o CPC (custo por conversão) também é um modelo que gosto particularmente, uma vez que as redes sociais possibilitam direcionar o post para o ambiente de compra e é uma métrica a ser também avaliada como performance de campanha com influenciadores”, explica Paulo, sobre as métricas relacionadas a custos de campanhas de anúncios online.

Shinebuzz para não ver as mesmas pessoas em todas as campanhas

Pois agora, em um cenário completamente digital, os conteúdos estão todos concentrados. Seja o influenciador uma celebridade ou não, o certo é que a marca procura sempre um bom alcance e diálogo com o público. E, muitas vezes, a solução não é o mais famoso. A SamyRoad conta com o algoritmo Shinebuzz que analisa mais de 42 milhões de nomes ao redor do mundo. São pequenos influenciadores, que podem gerar identificação com mais facilidade em determinado público.

 Controle sobre o resultado final

Com a campanha lançada, é crucial monitorá-la e acompanhar seus resultados, com uma equipe de gerenciamento, e manter o contato direto com os influenciadores para visualizar os objetivos esperados. Inicialmente, é estratégico definir e destacar “o que é bom” e “o que não fazer” durante a produção dos conteúdos. Saiba mais em nossa LIVEADS sobre Storytelling eficiente: 

Respeito aos Prazos

Durante a negociação, é fundamental alinhar todos os pontos importantes, antes de assinar o contrato. O melhor valor, prazos e compromissos definidos devem ser cumpridos sem nenhum desrespeito. A produção também deve ser planejada e executada com rigidez e antecedência.

“Tudo o que tem que ser produzido do início, leva mais tempo. A cadeia pronta de filme pra televisão, cinema, spot de rádio, peças pra OOH já vem prontas e só dependem da veiculação. Precisamos aclimatizar e personalizar a entrega de cada marca, de cada campanha e isso leva o tempo natural das peças ficarem prontas’, diz Paulo. Ele garante que os mais de 920 mil influenciadores inscritos na base da SamyRoad são absolutamente coerentes, responsáveis e engajados nos temas de campanha. “Jamais tivemos qualquer problema de entrega nesses últimos 2 anos de operação no Brasil”, conclui o Country Manager da empresa.

Acompanhamento e ROI (retorno do investimento)

Após a ideia ser concluída, não relaxe! Mantenha-se informado através de ferramentas como as da SamyRoad, para obter números, relatórios pontuais que apontem KPIs sobre engajamento, interações, benchmark do setor, observações positivas e o próprio tom e a intenção de compra. Ou seja, todo o comportamento e jornada do cliente que devem ser muito bem analisados.

Quer conhecer todos os produtos da SamyRoad? – acesse aqui.