Bitcoin volta a subir enquanto traders perdem US$ 1 bi com stablecoin

Bitcoin volta a subir, mas situação ainda não é boa

Ainda que o preço do ativo tenha subido um pouco, situação pode ser complicada para os investidores

O Bitcoin retornou ao preço de US$ 31 mil na manhã desta terça feira, dia 10 de Maio. A criptomoeda havia preocupado investidores após, nos últimos dias, chegar perto de bater a mínima de 2021, atingindo menos de 30 mil dólares. Por conta da instabilidade demonstrada recentemente, o dia de ontem foi marcado pela venda de vários ativos de risco.

Os analistas já aguardavam uma queda maior da criptomoeda nos últimos dias, principalmente pela perda de ânimo de boa parte dos investidores com esse tipo de ativo. Outros fatores mais inusitados também podem ocasionar na queda do Bitcoin por certo período. Um exemplo, é a diminuição do uso da tecnologia no dia a dia por conta do fim da pandemia.

Segundo Mark Lurie, the CEO da plataforma de negociação de criptomoedas Shipyard Software:

“Muitas pessoas estão retornando aos comportamentos de compra offline, prejudicando o comércio eletrônico e as ações de tecnologia que tiveram o melhor desempenho durante os lockdowns.”

Vale mencionar também outros elementos que podem ocasionar em uma situação como essa. A stablecoin Terra USD tentou salvar sua paridade com o dólar, liquidando 850 milhões de dólares em Bitcoin de suas reservas. A ação fez a moeda perder investidores e entrar na chamada “Espiral da Morte”. A sequência de desastres fez a stablecoin perder investidores e, por consequência, a paridade com o dólar, tendo mais de 50% do seu valor de mercado reduzido.

A instabilidade fez com que a exchange Binance (em que se faz o câmbio entre moedas digitais) parar com os saques de UST, só voltando a disponibilizar a retirada após a criptomoeda voltar a atingir US$ 0,90 na manhã de hoje. Todo esse cenário fez com que trader, tanto de Bitcoin, quanto de outras moedas como a Terra, perdessem uma quantia significativa de dinheiro.

Por mais que o Bitcoin tenha recuperado um pouco do seu valor e não tenha chegado a mínima do ano anterior, analistas afirmam que a situação ainda é motivo para preocupação e que as turbulências ainda não terminaram. Eles lembram que o FED ainda pode aumentar as taxas sob criptomoedas até junho e julho, além de outros elementos que podem prejudicar esse mercado. O analista sênior da Oanda, Edward Moya, comentou a questão:

“A recente queda das criptomoedas é estritamente baseada no sell-off de ações de tecnologia e não em fundamentos de cripto. O momento de baixa pode levar o Bitcoin para o nível de US$ 28.500, mas pode começar a ser onde algumas apostas de longo prazo entram em jogo.”

Quer saber mais sobre as novidades? Não deixe de seguir o ADNEWS nas redes sociais e fique por dentro de tudo!

Post anterior
Gotham Knights não chegará ao PS4 e Xbox One

Gotham Knights não chegará ao PS4 e Xbox One

Próximo post
Lojas Gucci vão aceitar criptomoedas nos EUA

Lojas Gucci vão aceitar criptomoedas nos EUA

Posts Relacionados