Campanhas publicitárias que realmente empodera mulheres

Para além do marketing de uma militância de fachada, aqui você encontra publicidades que empoderaram mulheres de verdade na última década

Estamos no Mês da Mulher, e a essa altura você provavelmente já deve ter visto muitas campanhas, promoções e “ações” de marketing dedicado a esse dia. No entanto, a maioria das empresas usam dessa data histórica apenas para autopromoção e lucro.

Apesar, do marketing das empresas que apenas agem para ganhar dinheiro sem se preocupar com a causa, ainda há marcas e agências que realmente se importam e entendem a vida e os direitos das mulheres.

Ao passarmos pelo Dia Internacional das Mulheres de 2021, fomos impactados por diferentes tipos de campanhas que nos fizeram pensar na evolução da publicidade para o publico feminino no passar nos últimos anos. Com isso, buscamos as campanhas que realmente empoderam mulheres. Confira a lista em ordem cronológica:

Hersheys em ‘Qual teu sonho?’ (2021)

Escolhida como uma das melhores campanhas da semana no nosso Top Publi, a Hershey traz a campanha HERSHE, criada pela BECT HAVAS. A inspiração para a Hershey realizar uma campanha de promoção e valorização do talento feminino veio da descoberta de dois pronomes femininos HER e SHE (que, em inglês, significam “dela” e “ela”) em sua própria marca, no ano passado. Após todo o sucesso da ação em 2020, esse ano a Hershey apresenta o trabalho da dançarina Aline Constantino, da fotógrafa Filipa Aurélio, da atriz e poetisa Luz Ribeiro, da poetisa Carolina Peixoto, da ilustradora Amanda Lobos, da musicista Indy Naíse, da bordadeira Mitti Mendonça e da grafiteira Regina Elias Ziza, em embalagens exclusivas criadas por elas.

Revista Girls. Girls. Girls. em ‘Seja uma Dama, Eles Disseram’ (2020)

Com as frases mais contraditórias que mulheres escutam no dia a dia, a revista digital Girls, Girls. Girls. lançou no ano passado a campanha “Seja uma Dama, eles disseram”. O poema que a atriz Cynthia Nixonlê lê é uma obra de 2017 de Camille Rainville, de seu blog Writings of a Furious Woman. “Sua saia é muito curta. Sua blusa é muito curta… Os homens não conseguem se controlar. Os homens têm necessidades. Parece sexy. Olhar quente. Não seja tão provocativa.”

Reposicionamento da Skol (2017)

Depois de muitas bolas foras, a Skol assumiu seus erros e reposicionou seus valores e sua imagem no mercado. Assim como quase todas as marcas de cervejas mais antigas, a Skol usava a imagem da mulher sempre de forma subjugada, seminua e servindo o homem em suas propagandas. Nessa campanha, a marca afirma: “Isso não nos representa mais”, e traz artistas para recriar antigos pôsteres da marca a partir do empoderamento feminino.

L’Oreal Paris em ‘Primeiro Dia da Mulher’ (2016)

Ganhadora do Prêmio Renato Castelo Branco da ESPM em 2016 na categoria Filmes, essa campanha da L’Oreal Paris do Brasil, criada pela WMcCann, quebra preconceitos da sociedade com um filme emocionante de uma mulher trans que fala sobre aceitação e respeito. Agora Valentina tem o nome que ela quer na sua identidade e celebra de verdade esse dia que também é dela.

Revista Elle em ‘Mais Mulheres’ (2015)

A revista britânica Elle, traz de forma muito criativa a reflexão da pouca representatividade da figura feminina dentro de espaços importantes. Nos convidando a pensar sobre a falta de mulheres em papéis de liderança em diferentes setores com imagens reais.

ONG Care Norway em “Querido, Pai” (2015)

A ONG Care da Noruega lançou em 2015, uma emocionante e tocante campanha sobre abuso e agressão contra as mulheres. A mensagem é forte e destinada aos homens pais de meninas, durante o vídeo a filha, que ainda nem nasceu, pede para que o pai a proteja do machismo e abusos que sofrerá ao longo da vida. “Querido papai, (…) eu vou nascer uma garota. O que significa que aos 14 anos, os garotos da minha sala vão me chamar de puta, vadia, vaca, e um monte de outras coisas só por diversão, é claro. Coisas que homens fazem.”

Barbie em “Imagine as possibilidades” (2015)

Na campanha ‘Imagine as possibilidades’ apresentada pela marca Barbie em 2015, garotinhas impressionam as pessoas ocupando espaços onde elas se imaginam no futuro. O filme mostra o potencial das garotas – futuras mulheres – de atuarem onde elas quiserem, e dão a elas a oportunidade, mesmo que de brincadeira, de imaginarem possibilidades.

Focus Features em “O que você espera para as nossas filhas?” (2015)

Ainda em 2015 a Focus Features, produtora da Universal Studios, lançou a campanhaWhat is your Hope For Our Daughters?. A princípio, a ideia era divulgar o filme As Sufragistas que estreava em dezembro do mesmo ano, mas a campanha chama muito mais a atenção por lembrar que as mulheres ainda vivem em péssimas condições em pleno o século XXI. A produtora listou dados relacionados a condição das mulheres e pediu para meninas apostarem se eram notícias de 1915 ou de 2015, a maioria se chocou ao perceber que ainda hoje “70% das mulheres sobrevivem com menos de um dólar por dia”, “62 milhões de garotas não vão para escola” e que, diariamente, “39 mil meninas são forçadas a se casar antes de terem 18 anos”.

Always em “#LikeaGirl” (2014)

Quem nunca ouviu a expressão sexista “isso é coisa de garota” ou “fez tal coisa como uma garota”? Em 2014, a Always ressignificou esse termo com a campanha Tipo Menina.

Na ação, pessoas foram convidadas a responderem comandos como: “corra como uma garota” ou “lute como uma garota”. A campanha desmistifica o estereotípico de que garotas são fracas ou menos capazes do que os meninos.

Dove em ‘Você é mais bonita do que você pensa’ (2013)

Mais do que empoderamento, essa campanha da Dove fala sobre autocuidado e autoimagem feminina. A cobrança estética e psicológica da sociedade faz com que as mulheres deixem de amar a si mesmas, prejudicando sua autoestima. A Dove convidou um especialista em retratos falados e pediu para que desenhasse várias mulheres sem vê-las antes, primeiro a partir da fala da mulher sobre si mesma, e depois outro retrato quando outra mulher falasse da primeira. Os resultados mostram o quanto as mulheres são duras com elas mesmas.

Total
14
Shares
Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Post anterior

A estreia de 9-1-1: Lone Star no Star Channel

Próximo post

BETC HAVAS anuncia chegada de André Gomes

Posts Relacionados

Por favor, desabilitar Adblock para visualizar conteúdo do site.