Sem poder sair de casa, sabe qual é o refúgio para a maioria das pessoas?  As redes sociais. Segundo Thiago Cavalcante, diretor de uma startup especializada em ações com influenciadores digitais, a Inflr, em média, 70% do tempo as pessoas estão presentes nas redes sociais, durante o isolamento social. Pode-se dizer que as pessoas estão carentes, é uma forma de tentar manter o relacionamento interpessoal, que antes era físico, e agora, se torna virtual.

O aumento no consumo de conteúdo não é só para entretenimento, as pessoas também buscam as redes para obterem informação. Squid, empresa especialista em marketing de influência, apontou um aumento interessante na taxa de engajamento dos influenciadores, em cerca de 24,2% e um aumento de 27,3% no no alcance efetivo dos stories. Felipe Oliva, CSO da Squid, relata analise do papel dos influencers em campanhas, temos um aumento considerável, as taxas de engajamento subiram em torno de 19,1%, já o envolvimento nos stories, cerca de 13,6%.

As telas estão cada vez mais próximas às mãos dos usuários, por isso, é muito mais fácil que as redes estejam presentes, em tudo que estamos fazendo. Ao mesmo tempo em que o consumo teve um aumento significativo, consequentemente, os conteúdos também estão sendo produzidos cada vez mais. Os chamados influencers estão se reformulando em relação a todo esse cenário, já que também estão em casa. Em dados analisados, também pela Squid, o número de influenciadores que se cadastraram na ferramenta cresceu mais de 177%, um valor calculado somente, nos períodos entre 15/03 a 21/03, dos anos de 2019 e 2020.

É inevitável perceber que os números de ‘lives’ aumentaram, todos estão em suas casas tentando criar conteúdos para a população. Além, de ser uma oportunidade de expandir seus canais, aumenta ainda mais a visibilidade do criador. Conversamos um pouco com dois influenciadores brasileiros, o humorista Marco Luque e a cantora e dançarina Lorena Improta, para saber um pouco mais sobre de como eles se posicionaram em meio a essa crise.

Além de ser uma oportunidade para a criação de mais conteúdos, os criadores explicam que é de extrema importância usar a voz, e todo o poder de inspiração que tem sobre seus seguidores para conscientizá-los a permanecerem em casa, e a todo tempo lavar as mãos corretamente! “Então, num momento delicado como esse, é extremamente fundamental que eu mostre que estou me cuidando, me prevenindo e também cuidando do próximo, para que sirva de exemplo aos meus fãs e seguidores.”, diz Lore Improta, com esperança de propagar a corrente do bom.

Em casa, é claro que os conteúdos podem ficar limitados, ou até repetitivos, por isso, eles tem que planejar bastante como conversar com seu público. O Marco Luque já viveu diversos personagens na televisão brasileira, e sempre levando algo criativo e engraçado em suas redes, afirma que está se dedicando ainda mais para o canal, nesses tempos. “Serão vários formatos diferentes, desde entrevistas, até esquetes bem humoradas, mas com um toque de conscientização para a galera sobre diversos temas.”

Os dois afirmam que não existem obstáculos para a criação de seus conteúdos, durante a quarentena. Lorena diz que sempre procura passar uma boa mensagem para seus seguidores, e que aposta em seus conteúdos de dança para que entreter a todos. “Tenho ensinando algumas coreografias de hits através de lives e tem dado muito certo, principalmente porque acho importante, além dos cuidados de higiene, as pessoas realizarem exercícios durante a quarentena, manter o corpo em movimento e saudável mesmo dentro de casa. Coloquei até a minha mãe para aprender algumas coreografias, haha.” A influencer ainda nos conta que agora que está em casa, tem mais tempo para seus fãs, e consegue interagir ainda mais. “A gente tá tendo muito mais interação. Na correria do dia a dia, eu não consigo ver muita coisa. E agora, em casa, to tendo tempo de responder mais comentários do que já respondo, assistir os stories dos meus fãs e ver as marcações do público em geral. Estou me sentindo ainda mais perto deles!”

Com certeza, toda essa interação faz com que os conteúdos sejam cada vez mais explorados, e por isso, procuramos o especialista no segmento de publicidade e marketing, e traz alguns dados que apontam os indicadores responsáveis por esse aumento de consumo. “Os clientes da VTaddone Studio (empresa de engajamento de influencers) tiveram em média um aumento de 7% em números de seguidores comparando com o mês anterior. Todos estes indicadores e movimentos das empresas, são evidências deste aumento de consumo. Curioso que como as pessoas não estão podendo sair de balada, o APP Tinder volta a aparecer como um dos mais baixados também. Afinal, a gente sente necessidade de se relacionar uns com os outros.”