Dia das Crianças: Quais são os vídeos e assuntos preferidos da garotada nas redes?

Dia das Crianças: Quais são os vídeos e assuntos preferidos da garotada nas redes?

É fato que a crescente transformação digital pela qual o mundo vem passando há algumas décadas tem um impacto direto na maneira como as pessoas se relacionam umas com as outras e na forma com que realizam suas atividades de trabalho e lazer. As crianças não ficam de fora desse processo, contribuindo ativamente para que a digitalização em diversas frentes ocorra de forma ainda mais rápida. Há alguns anos seria difícil imaginar os pequenos usando seus próprios aparelhos eletrônicos para brincar, mas essa é uma realidade cada vez mais presente em nosso mundo, tanto que uma das maiores fontes de entretenimento para a garotada são os vídeos online.

Com o Dia das Crianças se aproximando, a Winnin, martech que empodera a criatividade por meio da ciência de dados, realizou uma pesquisa que aponta que 4 dentre os 8 vídeos mais vistos de todos os tempos são conteúdos infantis. O estudo também indica quais os subtópicos mais engajam dentro deste universo, como: “Desafios”, “Slime”, “DIY (Faça Você Mesmo)”, “Programas Educativos”, “Momentos em Família”, “Curiosidades” e “Vlogs”.

O levantamento ainda traz algumas receitas de sucesso para não errar ao construir vídeos sobre o universo infantil para as redes sociais:

#1 Aposte em desafios

Brincadeiras que unam toda a família, além de incentivar as crianças com novas experiências aparecem como um dos temas que mais engajam na rede. Um exemplo disso é o vídeo “Pop It Challenge”, do canal Mundo da Vivi, que já alcança mais de 5 milhões de visualizações.

#2 Dê espaço para vídeos relaxantes

Brinquedos ligados ao universo relaxante, como os famosos Fidget Toys, são os que mais aparecem nos vídeos infantis. O vídeo “Fidget Toys ASMR”, do canal Bloxycamy, por exemplo, já conta com mais de 800 mil visualizações nas redes.

#3 Abrace os vídeos de DIY

Os vídeos de “Faça Você Mesmo” são uma febre entre as crianças. O que vale não é apenas o resultado final, mas sim o processo e o tutorial na criação dos itens. O vídeo do canal Maria Clara & JP, “Maria Clara e JP ensinam a fazer massinha de modelar caseira”, já ultrapassa 23 milhões de visualizações.

#4 Junte educação e música

Músicas educativas são um dos temas mais bombados nas redes, ainda mais quando as canções ensinam os pequenos sobre conhecimentos do dia a dia, como cores e alimentos. O vídeo “Não Não canção”, do canal Junior Squad Português, conta com mais de 7 milhões de views nas redes.

#5 Mostre curiosidades e teorias

Vídeos sobre curiosidades de personagens de filmes, séries e desenhos animados também aparecem com alto engajamento. Um exemplo é o vídeo “O verdadeiro final de Luca!”, do canal CineLoucura Show, que já ultrapassa 1 milhão de visualizações.

#6 Compartilhe o processo de educação na rotina

As pessoas adoram quando os pais compartilham o processo de educação das crianças por meio de tarefas do dia a dia. O vídeo “Sarah em regras de conduta para crianças”, do canal Sarah de Araújo, por exemplo, conta com mais de 16 milhões de views nas redes.

#7 Dê sugestões de brincadeiras

Novas brincadeiras para entreter a criançada também são bastante buscadas na rede. O vídeo “Brincadeira da bexiga com meus irmãos!”, do canal Ariel Jahjah, possui atualmente mais de 5 milhões de visualizações.

Assim, é possível compreender que quando as marcas e os creators exploram formatos e conteúdos infantis, aumentam as possibilidades de criar vídeos mais relevantes para suas audiências. “Os vídeos online se tornaram uma fonte interminável de diversão para a criançada, já que é possível encontrar conteúdos nos mais diferentes formatos e estilos. Quando uma marca ou criador também entende esse universo, seus vídeos têm muito mais chances de fazer sucesso”, explica Gian Martinez, CEO e Co-Founder da Winnin.

Metodologia do relatório

As métricas são provenientes de dados do Brasil no Facebook, YouTube e Instagram. O levantamento foi criado a partir de análise de dados feito pela inteligência artificial da Winnin, que analisou dentro do ecossistema de consumo da população sobre os conteúdos de relacionamentos e mapeou quais são os temas e creators, que estão dominando essa conversa. O intuito é mostrar que não faltam oportunidades para marcas se assumirem como criadoras de conteúdo e turbinar seu alcance e performance online principalmente nas datas comemorativas do calendário cultural. Todos os insights foram construídos a partir de dados do software proprietário de inteligência de vídeo da startup, o Winnin Insights, que mapeia novas tendências emergentes de acordo com múltiplas variáveis como setor, público-alvo e objetivo de negócios, entregando insights e permitindo que marcas e agências ajam rapidamente para criar produtos, ações e estratégias mais assertivas e relevantes.

Total
0
Shares
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Post anterior
Arno-traz-novidades-e-renova-seu-portfolio-de-planetarias-

Arno traz novidades e renova seu portfólio de planetárias

Próximo post
Deborah Secco é a estrela da nova campanha da DLK Modas

Deborah Secco é a estrela da nova campanha da DLK Modas

Posts Relacionados