E-mail marketing: grande aliado para negócios on-line

O e-mail marketing tem algumas vantagens que não podem ser ignoradas, como ampla cobertura, baixo custo, possibilidade de automação

Em tempos em que as redes sociais são ferramentas de comunicação muito valiosas, pode até parecer que o e-mail tenha perdido espaço e deixado de ser uma opção interessante para quem deseja alcançar prospectsleads e clientes de forma eficiente. Mas não é por aí. Na verdade, combinar diferentes linguagens e ferramentas para realizar campanhas de marketing pode fazer muita diferença quando falamos em ações digitais. E o e-mail marketing é, sim, um grande aliado dos negócios on-line.

A base de dados é, sem dúvidas, um dos maiores ativos de uma empresa e o relacionamento com esse público acaba sendo um diferencial para aqueles que buscam uma troca mais profunda com seus consumidores. E-mails bem escritos e que oferecem conteúdo relevante para a base de dados ainda são muito eficazes para uma comunicação segura e objetiva. E tem mais: o e-mail marketing tem algumas vantagens que não podem ser ignoradas, como ampla cobertura, baixo custo, possibilidade de automação e, ao mesmo tempo, de personalização, além de ser compatível com os mais variados dispositivos móveis, por exemplo.

Também precisamos levar em consideração que a taxa de penetração do e-mail é enorme – calls-to-action interessantes são capazes de levar o leitor inúmeras vezes a um site, blog ou mídia social. Nesses ambientes virtuais, a experiência do prospectlead ou cliente pode ser enriquecida de diversas formas, o que valoriza a campanha digital e pode levar o consumidor a tomar a decisão de compra em apenas alguns cliques.

Isso, por si só, já seria motivo suficiente para colocarmos o e-mail marketing entre as principais ferramentas para os negócios on-line. Mas esse tipo de estratégia tem ainda outro benefício, que é cada vez mais valorizado, e ele se sustenta sobre o fato de que e-mails não são invasivos – o usuário abre se tiver interesse e no momento mais oportuno para ele, além de poder cancelar a inscrição a qualquer momento. Nesse sentido, é importante ter em mente que o descadastramento deve ser sempre uma opção para garantir que o consumidor sinta-se livre para manter o relacionamento com a empresa apenas se tiver interesse.

No entanto, antes de sair por aí enviando e-mails sem planejamento algum, é preciso ter clareza sobre quais são os objetivos da empresa e, então, usar as estratégias de marketing digital corretas. Isso porque a utilização equivocada do e-mail marketing pode impactar negativamente a imagem da companhia e reverter essa situação nem sempre é fácil. Com as táticas adequadas, é possível manter um relacionamento duradouro com o consumidor, apresentar novidades e, claro, fazer muitos negócios.

Por Caio Cunha

*Caio Cunha é Presidente da WSI Master Brasil, co-Fundador da WSI Consultoria e membro do Global WSI Internet Consultancy Advisory Board. Com mais de 25 anos de experiência na indústria de tecnologia, atingiu cargos executivos de alto nível, em grandes empresas multinacionais como PWC (com clientes IBM e Unisys), SAP e Hitachi Data Systems, no Brasil e no exterior. Ao longo de sua carreira, participou em programas de desenvolvimento profissional em universidades como a Stanford University, na Califórnia, e no IMD Internacional, na Suíça. Tem MBA em finanças pelo IBMEC e é graduado em Administração de Empresas pela PUC, com dois anos na Roosevelt University, em Chicago.

Total
1
Shares
Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Post anterior

Jovem Pan anuncia a chegada de Marco Túlio, novo chefe de redação do jornalismo

Próximo post
Burger King lança Dogpper

Burger King lança ‘Dogpper’, o Whopper para cachorros

Posts Relacionados

Por favor, desabilitar Adblock para visualizar conteúdo do site.