Imagem Divulgação - Homero Salum

Homero Salum comenta o futuro da tecnologia 5G no Brasil

O executivo da TIM, Homero Salum, comentou sobre como será a inclusão da nova tecnologia no Brasil e suas vantagens

A tecnologia 5G promete vir com tudo nos próximos anos. O futuro da conectividade parece promissor e logo novos elementos como esse chegarão ao Brasil. Ainda assim, muitas dúvidas ficam no ar e, para ajudar com isso, fizemos uma entrevista com Homero Salum, gerente de redes da TIM em São Paulo.

Confira abaixo nossas perguntas para Homero Salum:

AD News: Quais os planos da TIM para São Paulo em 2022?

Homero Salum: Apesar da pandemia e todos os efeitos provocados na economia do país, o ano de 2020 serviu de consolidação para os projetos da TIM Brasil para o Estado de São Paulo e 2021 foi o ano que os planos estratégicos cresceram. Ampliamos os experimentos 5G no estado. Para 2022, os planos são aperfeiçoar mais ainda os nossos serviços: visamos aumentar a quantidade de lojas físicas nas cidades interioranas, marcando presença com ao menos uma loja onde houver mais de 100 mil habitantes e, pelo menos duas lojas, onde a população ultrapassar 200 mil pessoas.

Para 2022, também planejamos aumentar ainda mais o fornecimento de rede 4G em áreas remotas e rurais, através de sites off-grid operados por energia solar para alimentar torres e antenas, e estreitar o relacionamento e a informação para o público-consumidor dessa região, investindo mais ainda em mídia e campanhas para fortalecer a marca pelo Estado. Sem esquecer evidentemente do lançamento do 5G, que tem potencial para revolucionar os mais diversos setores da nossa economia.

AD: Os planos para São Paulo acabam sendo muito diferentes do resto do país?

Homero Salum: São Paulo, sendo a capital econômica do país e todo o Estado, representa parte importante de todos os projetos de expansão e melhoria da TIM no Brasil. Mas a TIM olha para todas as regiões, buscando as mais diversas oportunidades.

AD: Como você enxerga o avanço do 5G no Brasil?

Homero Salum: O 5G trará uma série de benefícios e soluções para os mais diversos setores da economia. Na indústria, por exemplo, teremos habilitação massiva do IoT [sigla para Internet das Coisas, em inglês], com vistas em aumento de produtividade. O uso mais intenso de IoT (B2B2C) irá estimular a geração de mais negócios em cidades inteligentes, saúde, energia, logística, tecnologia de informação, comunicação e economia criativa. Também fazem parte dessa revolução tecnológica soluções de altíssima velocidade e de baixa latência, com potencialidade para aplicação nos mais diversos segmentos.

Entretanto, para o bom uso desta tecnologia, é preciso viabilizar um ecossistema favorável ao 5G no Brasil, com o engajamento de empresas de tecnologia, instituições de pesquisas e ambientes empreendedores. Por isso, entendemos ser essencial perseverar na realização de ciclos de discussões com órgãos de todos os níveis de governo ligados à Economia, Infraestrutura e Desenvolvimento para viabilizar totalmente a habilitação do melhor serviço de 5G para o público final

AD: É esperado que São Paulo receba o 5G antes por conta da infraestrutura do estado?

Homero Salum: Há grandes expectativas para que São Paulo saia na frente, sim, porém, é válido dizer que, embora o Estado seja um território importante para a aplicação das inovações da TIM Brasil, desde 2019 começamos de forma pioneira testes com o 5G puro através da criação dos Living Labs 5G TIM nos estados de Minas Gerais, Santa Catarina e Paraíba, focados no estudo e desenvolvimento da tecnologia. Isso tudo porque a nossa proposta é atender à demanda dos clientes por melhores acessos a tecnologia, com qualidade e responsabilidade.

AD: Quais pontos positivos a TIM pode tirar do 5G em comparação com as concorrentes?

Homero Salum: A TIM foi uma das principais vencedoras das frequências 5G no Brasil, arrematamos importantes lotes nacionais e regionais, que garantem a execução do nosso plano de trabalho com a quinta geração de internet móvel em todo o país. Fomos pioneiros em testes com a nova tecnologia, desde 2019 estamos fomentando pilotos e use cases demonstrando a potencialidade do 5G. Já temos aplicações 5G rodando em diversas verticais da economia, como a indústria automobilística e o agronegócio – no qual somos líderes de mercado –, queremos apoiar com a nossa expertise projetos nas áreas de Saúde, Educação, Segurança, Indústria 4.0, Finanças, Utilities e muitos outros.

AD: O fim da Pandemia tornou a visão da TIM sobre o futuro no mercado brasileiro mais positiva de certa forma?

Homero Salum: Vimos que as Telecomunicações, mais do que nunca, se tornaram um serviço essencial, e incorporamos este papel crucial na vida de todos quando retomamos os lançamentos a partir do terceiro trimestre. Nos preparamos para as mudanças necessárias em um cenário de pandemia, com ajustes, inclusive, na comunicação com uma nova assinatura da marca que reforça valores da TIM Brasil para “liberdade, coragem e respeito”. Desta forma, toda a companhia se concentrou em oferecer conectividade e contribuir para as iniciativas de enfrentamento a Covid-19, a fim de atender a nossa principal missão: garantir conectividade de qualidade e, consequentemente, assistir a sociedade no processo até acabar a pandemia, da melhor forma possível.

Total
0
Shares
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.


Post anterior

A emoção da reunião de Harry Potter

Próximo post
Dying Light 2: confira os requisitos para jogar no PC

Dying Light 2: confira os requisitos para jogar no PC

Posts Relacionados