Marcas investem quase o dobro no Facebook durante a pandemia (1)

Marcas investem quase o dobro no Facebook durante a pandemia

Estudo da Socialbakers revela que maior parte das marcas decidiram apostar mais nas redes sociais, ainda mais no Facebook. Saiba mais

A pandemia chegou sem avisar e afetou a economia em muitos aspectos, mas o que não era tão previsível assim e passou a ocorrer foi um maior investimento das marcas em conteúdos pagos no Facebook.

Segundo estudo da Socialbakers, plataforma de soluções para otimização de performance corporativa em redes sociais, recém comprada pela Astute, a quantidade investida na plataforma praticamente dobrou de 2019 – ano em que o vírus surgiu, mas que ainda não havia causado grandes mudanças ao redor do mundo – para 2021, comparando o primeiro trimestre de cada ano.

Marcas investimento
Foto: Divulgação/Socialbakers

Um dos motivos para esse aumento foi o fato de as pessoas passarem a realizar mais compras online, por conta da necessidade de isolamento social e, com isso, as marcas também investiram mais em meios que as deixassem visíveis para esse público conectado.

“A rápida mudança no comportamento do cliente em direção ao e-commerce impulsionado pela pandemia fez com que os consumidores passassem a utilizar as mídias sociais não apenas para descobrir novos produtos, mas também para comprá-los”, comenta Alexandra Avelar, country manager da Socialbakers no Brasil.

Quando a análise é feita levando em consideração os setores da indústria, fica claro que houve uma desaceleração em comparação com o último trimestre de cada ano, que costuma ser impulsionado pelo período de festas como o Natal, porém, a comparação feita com o mesmo período de 2020 mostra que o investimento feito nas plataformas digitais cresceu em quase todos os setores, exceto pelo ramo de acomodação, que registrou uma queda de 5% este ano em comparação com 2020. De modo geral, todos os segmentos da indústria aumentaram seu investimento nas redes em 65% no primeiro trimestre.

A indústria de bebidas alcoólicas, por exemplo, investiu até 81% mais e o e-commerce ficou com a marca de 66% mais verba destinada às redes sociais. Já o setor de moda decidiu investir 52% nas redes e o de beleza fez 20% mais investimentos nas plataformas sociais. Enquanto isso, o ramo de alimentos apostou em 59% mais publicações pagas e o financeiro em 55% mais.

marcas facebook
Foto: Divulgação/Socialbakers

Quando o assunto é a plataforma preferida das marcas para os seus investimentos, o Feed do Facebook ficou em destaque no top 5 no Brasil, já que mais de 50% da verba das empresas foi destinada a ele. O segundo preferido é o Feed do Instagram, com quase 20% da preferência, os Stories do Instagram tiveram em torno de 10% da popularidade e o Instream Vídeo e os Vídeos no Feed do Facebook ficaram com cerca de 5% dos investimentos cada.

Foto: Divulgação/Socialbakers

Metodologia do relatório sobre as Marcas

Os Social Media Trends Reports refletem o banco de dados da Socialbakers no início do trimestre seguinte ao trimestre do relatório. Os dados são extraídos uma vez e não são atualizados entre as liberações.

Total
1
Shares
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Post anterior
Brahma simone e simaria banner (1)

Simone e Simaria são as novas “coleguinhas” da Brahma

Próximo post
SunsetDDB conquista comunicação da MRV e da holding MRV&CO

SunsetDDB conquista comunicação da MRV e da holding MRV&CO

Posts Relacionados