A Nike continua nos inspirando e trazendo esperanças para um mundo melhor, através do esporte. ‘You Can’t Stop Us’ foi a campanha desenvolvida pela marca para estimular o esforço e a dedicação aos treinos, enquanto todos estavam dentro de suas casas. Agora, em mais uma excelente mensagem, a Nike retorna com o mesmo mote para marcar o retorno dos jogos da NBA. 

Este é o terceiro filme da campanha ‘You Can’t Stop Us’ que, desta vez, conta com a narração marcante da americana Megan Rapinoe, atual campeã mundial e eleita a melhor jogadora do mundo, e mostra um excelente trabalho em capturas de movimentos cinéticos entre diversos esportes e acontecimentos que marcaram o mundo. 

São cerca de 36 pares de atletas após uma enorme pesquisa com mais de 4.000 sequências onde somente 72 sequências foram selecionadas! Ao longo do filme, cerca de 24 esportes foram representados e, além de atletas amadores, inúmeros medalhões do esporte também participaram da campanha. 

O astro do Lakers e figurinha repetida da marca LeBron James, a jovem tenista Naomi Osaka e a tenista Serena Williams aparece mais uma vez no filme desta campanha. O maratonista queniano Eliud Kipchoge, a meio-fundista sul-africana Caster Semenya, o grego Giannis Antetokounmpo, o quarterback Colin Kaepernick, o frânces Kylian Mbappé e Cristiano Ronaldo também aparecem na nova campanha.

A Nike segue com a responsabilidade de de impulsionar mudanças no mundo pelo esporte e criar um planeta saudável e em boa forma, buscar comunidades mais ativas e um cenário ainda mais igual para todos. Confira a campanha original abaixo e veja a versão legendada no vídeo em destaque: 

 

‘Embora alguns jogadores estejam retornando aos campos e quadras, não vamos voltar à antiga normalidade. Temos de continuar reimaginando o mundo e fazendo dele um lugar melhor. Muita gente está indo às ruas, erguendo a voz, e essas vozes estão sendo ouvidas. Convido as pessoas a usarem a energia deste momento e a não desistir. Batalhar por mudanças é uma responsabilidade de todos nós’, diz Rapinoe.