metaverso

Oportunidades para negócios no Metaverso

Porque empreendedores tem que ficar ligados nesse “novo mundo”

Metaverso é a terminologia utilizada para indicar um tipo de mundo virtual que tenta replicar a realidade através de dispositivos digitais. É um espaço coletivo e virtual compartilhado, constituído pela soma de “realidade virtual”, “realidade aumentada” e “Internet”.

O metaverso tem algumas características essenciais como: persistente, reativo, interoperável, criativo e social; o que significa que ele é um local de perpétua existência, que exige reações imediatas e de alto engajamento e sociabilidade. As redes sociais basicamente nos treinaram para interagir com esse ambiente de respostas rápidas e realidade filtrada e se você achava que essa realidade era coisa de ficção científica, pense novamente. Se você é empreendedor vai ter que conhecer como esse mundo funciona, há muitas oportunidades para novos negócios nessa economia Meta, separei algumas razões e oportunidades para ficarmos de olho com esses insights, você deve ser capaz de começar a construir, pensar e conceber o futuro da sua empresa.

O Metaverso é a evolução da internet como conhecemos e é inevitável. 

Assim como o seu celular Nokia com o jogo da cobrinha e o Blackberry com o seu chat BBM deram lugar a  telefones que além de proporcionar ligações e troca de mensagens instantâneas tem máquinas fotográficas de padrão e resolução altíssima, a internet como conhecemos hoje dará espaço para um ambiente muito mais imersivo com possibilidades infinitas e contínuas para se empreender e desenvolver negócios. 

Há especialistas inclusive que apostam que o celular ainda vai dar lugar a óculos muito mais interativos e com uma tecnologia mais barata e acessível que um iPhone de última geração, é como eu digo, sempre há espaço para melhorar o que já existe e nessa melhora muitas indústrias como conhecemos terão que se transformar.

O Metaverso não é o futuro, ele já é o presente e as grandes marcas já estão lá

Desde a Coca-cola que vendeu uma geladeira retrô para ser utilizada em uma casa do metaverso, marcas de luxo como Gucci já tem suas criações prontas para serem utilizadas por avatares em festas no metaverso com uma super loja no Roblox, A Boticário também está apostando suas fichas na experiência metaverso para se aproximar de uma nova geração cada vez mais conectada e engajadal a marca promoveu diversas ativações no jogo de realidade virtual, Avakin Life, tornando-se a primeira empresa de cosméticos do Brasil a investir nessa categoria. A Accenture criou um escritório chamado Nth floor para abrigar seus colaboradores do mundo todo dentro desse espaço.

Metaverso é a terminologia utilizada para indicar um tipo de mundo virtual que tenta replicar a realidade através de dispositivos digitais. É um espaço coletivo e virtual compartilhado, constituído pela soma de “realidade virtual”, “realidade aumentada” e “Internet”.

O metaverso tem algumas características essenciais como: persistente, reativo, interoperável, criativo e social; o que significa que ele é um local de perpétua existência, que exige reações imediatas e de alto engajamento e sociabilidade. As redes sociais basicamente nos treinaram para interagir com esse ambiente de respostas rápidas e realidade filtrada e se você achava que essa realidade era coisa de ficção científica, pense novamente. Se você é empreendedor vai ter que conhecer como esse mundo funciona, há muitas oportunidades para novos negócios nessa economia Meta, separei algumas razões e oportunidades para ficarmos de olho com esses insights, você deve ser capaz de começar a construir, pensar e conceber o futuro da sua empresa.

O Metaverso é a evolução da internet como conhecemos e é inevitável. 

Assim como o seu celular Nokia com o jogo da cobrinha e o Blackberry com o seu chat BBM deram lugar a  telefones que além de proporcionar ligações e troca de mensagens instantâneas tem máquinas fotográficas de padrão e resolução altíssima, a internet como conhecemos hoje dará espaço para um ambiente muito mais imersivo com possibilidades infinitas e contínuas para se empreender e desenvolver negócios. 

Há especialistas inclusive que apostam que o celular ainda vai dar lugar a óculos muito mais interativos e com uma tecnologia mais barata e acessível que um iPhone de última geração, é como eu digo, sempre há espaço para melhorar o que já existe e nessa melhora muitas indústrias como conhecemos terão que se transformar.

O Metaverso não é o futuro, ele já é o presente e as grandes marcas já estão lá

Desde a Coca-cola que vendeu uma geladeira retrô para ser utilizada em uma casa do metaverso, marcas de luxo como Gucci já tem suas criações prontas para serem utilizadas por avatares em festas no metaverso com uma super loja no Roblox, A Boticário também está apostando suas fichas na experiência metaverso para se aproximar de uma nova geração cada vez mais conectada e engajadal a marca promoveu diversas ativações no jogo de realidade virtual, Avakin Life, tornando-se a primeira empresa de cosméticos do Brasil a investir nessa categoria, a Accenture criou um escritório chamado Nth floor para abrigar seus colaboradores do mundo todo dentro desse espaço e aproveitar para estimular a interação em um formato diferente.

Gucci no Roblox:

Assim como o e-commerce não acabou com as lojas físicas o metaverso irá modificar as interações físicas e não eliminá-las completamente, a tendência é que esses ambientes físicos e digitais se misturem e os limites entre canais sejam cada vez mais brandos para os clientes, tornando cada vez mais complexo se planejar para atender os desejos do mercado.

E as vantagens é que ele possa ser um campo de experimentação para marcas, produtos e serviços que podem ser testados nesse ambiente antes de serem produzidos no mundo real, a própria Nike já faz essa aposta e já produz produtos exclusivos para avatares. 

Oportunidades para compradores e vendedores

A primeira era que o metaverso abrirá novas oportunidades para compradores e vendedores se conectarem de novas maneiras à medida que o comércio digital crescer, para exemplificar você pode imaginar sua loja do Instagram se tornando mais envolvente, com coisas tangíveis e digitais disponíveis para compra.

A segunda é que agora você pode realizar um evento pago na Internet no Facebook, mas imagine se você pudesse torná-lo uma experiência híbrida, onde as pessoas poderiam comparecer pessoalmente ou comprar um ingresso de experiência virtual.

As experiências do mundo físico serão aprimoradas pelo metaverso

Com a pandemia contínua,  as pessoas viveram em um espaço misto de online e offline durante  2020. O globo está mais integrado do que nunca, de chats de vídeo a mensagens. O metaverso, por outro lado, tenta torná-los mais simples, reduzindo o atrito e enriquecendo as experiências do mundo físico.

Casos de uso de realidade aumentada existentes, como Spark AR, são excelentes exemplos de como o metaverso colidirá com o mundo físico. As empresas que desejam integrar as experiências do mundo virtual e do mundo físico encontrarão casos de uso em todos os setores.

O Metaverso não será criado e sozinho

Existem diversos metaversos, o Facebook apenas está centralizando o esforço de centralizar tudo isso, o Metaverso será uma colaboração mundial envolvendo empresas, artistas, legisladores e empresários, entre outros.

O metaverso será desenvolvido desde o início com a estrutura e a base para estabelecer um ambiente seguro para os humanos.

Integridade, segurança e privacidade serão integradas como parte, e a empresa colaborará com profissionais do governo, indústria e acadêmicos para pensar sobre as preocupações e possibilidades do metaverso.

As redes sociais nos treinaram para esse momento

Se você tem um negócio ou se você é o seu produto e cria conteúdo nas redes é fundamental continuar inventando, experimentando e expandindo seus seguidores para se preparar para as oportunidades de hoje, seja no Facebook, Instagram, Messenger ou WhatsApp, porque as interações que você faz nessas plataformas agora ainda existirão no metaverso.

Trabalho no futuro

Especialistas de todo o mundo fazem suas apostas de quais serão as profissões e trabalhos do futuro, algumas apostas incluem:

1. Cientista de pesquisa do metaverso:  Mexer com dados e pesquisa nos dias de hoje já é complexo, imagine no metaverso.

2. Metaverse Planner: As ideias são baratas. A execução é cara. Assim que tivermos um metaverso funcionando, a capacidade de planejar e implementar todas as questões de funcionalidades em um mundo totalmente virtual será absolutamente essencial para a maioria das empresas.

3. Desenvolvedor de ecossistemas: O Metaverso não surgirá por conta própria, através da vontade do Mr Zuck. Todo um ecossistema precisará ser construído em torno dele com softwares, hardwares e toda complexidade no caminho. O Desenvolvedor de Ecossistemas ficaria encarregado de coordenar parceiros e governos para garantir que as várias funcionalidades criadas sejam possíveis em grande escala.

4. Gerente de Segurança do Metaverso : Você sabe que a internet não é seguro para todos né? Imagina no Metaverso, onde as possibilidade e oportunidades se multiplicam…alguém precisa colocar ordem nessa bagunça.

5. Designer de roupas e acessórios para avatares: Você pode ser quem quiser nesse novo mundo e se quiser se diferenciar pode contratar um designer.

Assim como o e-commerce não acabou com as lojas físicas o metaverso irá modificar as interações físicas e não eliminá-las completamente, a tendência é que esses ambientes físicos e digitais se misturem e os limites entre canais sejam cada vez mais brandos para os clientes, tornando cada vez mais complexo se planejar para atender os desejos do mercado.

E as vantagens é que ele possa ser um campo de experimentação para marcas, produtos e serviços que podem ser testados nesse ambiente antes de serem produzidos no mundo real, a própria Nike já faz essa aposta e já produz produtos exclusivos para avatares. 

Oportunidades para compradores e vendedores

A primeira era que o metaverso abrirá novas oportunidades para compradores e vendedores se conectarem de novas maneiras à medida que o comércio digital crescer, para exemplificar você pode imaginar sua loja do Instagram se tornando mais envolvente, com coisas tangíveis e digitais disponíveis para compra.

A segunda é que agora você pode realizar um evento pago na Internet no Facebook, mas imagine se você pudesse torná-lo uma experiência híbrida, onde as pessoas poderiam comparecer pessoalmente ou comprar um ingresso de experiência virtual.

As experiências do mundo físico serão aprimoradas pelo metaverso

Com a pandemia contínua,  as pessoas viveram em um espaço misto de online e offline durante  2020. O globo está mais integrado do que nunca, de chats de vídeo a mensagens. O metaverso, por outro lado, tenta torná-los mais simples, reduzindo o atrito e enriquecendo as experiências do mundo físico.

Casos de uso de realidade aumentada existentes, como Spark AR, são excelentes exemplos de como o metaverso colidirá com o mundo físico. As empresas que desejam integrar as experiências do mundo virtual e do mundo físico encontrarão casos de uso em todos os setores.

O Metaverso não será criado e sozinho

Existem diversos metaversos, o Facebook apenas está centralizando o esforço de centralizar tudo isso, o Metaverso será uma colaboração mundial envolvendo empresas, artistas, legisladores e empresários, entre outros.

O metaverso será desenvolvido desde o início com a estrutura e a base para estabelecer um ambiente seguro para os humanos.

Integridade, segurança e privacidade serão integradas como parte, e a empresa colaborará com profissionais do governo, indústria e acadêmicos para pensar sobre as preocupações e possibilidades do metaverso.

As redes sociais nos treinaram para esse momento

Se você tem um negócio ou se você é o seu produto e cria conteúdo nas redes é fundamental continuar inventando, experimentando e expandindo seus seguidores para se preparar para as oportunidades de hoje, seja no Facebook, Instagram, Messenger ou WhatsApp, porque as interações que você faz nessas plataformas agora ainda existirão no metaverso.

Trabalho no futuro

Especialistas de todo o mundo fazem suas apostas de quais serão as profissões e trabalhos do futuro, algumas apostas incluem:

1. Cientista de pesquisa do metaverso:  Mexer com dados e pesquisa nos dias de hoje já é complexo, imagine no metaverso.

2. Metaverse Planner: As ideias são baratas. A execução é cara. Assim que tivermos um metaverso funcionando, a capacidade de planejar e implementar todas as questões de funcionalidades em um mundo totalmente virtual será absolutamente essencial para a maioria das empresas.

3. Desenvolvedor de ecossistemas: O Metaverso não surgirá por conta própria, através da vontade do Mr Zuck. Todo um ecossistema precisará ser construído em torno dele com softwares, hardwares e toda complexidade no caminho. O Desenvolvedor de Ecossistemas ficaria encarregado de coordenar parceiros e governos para garantir que as várias funcionalidades criadas sejam possíveis em grande escala.

4. Gerente de Segurança do Metaverso : Você sabe que a internet não é seguro para todos né? Imagina no Metaverso, onde as possibilidade e oportunidades se multiplicam…alguém precisa colocar ordem nessa bagunça.

5. Designer de roupas e acessórios para avatares: Você pode ser quem quiser nesse novo mundo e se quiser se diferenciar pode contratar um designer.

Consegue se visualizar nestas oportunidades?  O metaverso tem muito caminho a percorrer e para se consolidar mas os próximos 10 anos serão cruxiais para isso uma coisa é certa, temos que acompanhar as mudanças para não sermos pegos de surpresa.

Total
0
Shares
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.


Post anterior

Rodrigo Faro anuncia Liquidação Americanas com novo mote

Próximo post
Imagem Divulgação - Razer

Razer anuncia novos laptops gamer Blade na CES 2022

Posts Relacionados