A pandemia chegou de surpresa e, em um primeiro momento, desestruturou todos os planejamentos, projetos e estruturas de todos os mercados e, principalmente, das agências. Mas o momento é de criatividade, de restruturação e de esperança que tudo isso irá passar e o mundo poderá ser melhor pós-pandemia. 

Nestes passos segue a Mynd, agência especializada em Marketing de Influência, que procura manobrar e desviar dos obstáculos que a quarentena desenvolveu. É um grande momento para a agência que já trabalhava há anos com o formato de Live Streaming tendo a oportunidade de criar uma rede de apoio entre marcas, influencers e funcionários em um momento que devemos ‘dar as mãos’, e ainda abrir portas para o formato do trabalho remoto, que vem dando resultados positivos. 

Para entender mais e procurar inspiração enquanto estamos em casa, procuramos Fátima Pissarra, CEO da Mynd, que nos mostrou alguns casos e como a filosofia de trabalho da agência deu certo durante a crise. E mesmo com tudo dando certo neste período difícil, Fátima mostra sua ansiedade e expectativa para a volta da normalidade. Confira a entrevista: 

ADNEWS – Como está sendo esse momento de pandemia para a Mynd? As lives viraram a nova forma das marcas se comunicarem com o público. Como a Mynd pensa nisso?
Fátima Pissarra: Com o início da quarentena, uma nova forma de entretenimento veio à tona: as lives. Claro que as lives sempre existiram, mas nunca com peso, número de espectadores e engajamento como atualmente. Acreditamos que a live tem um potencial muito grande, tanto para o artista quanto para as marcas. Para os espectadores, também é uma oportunidade muito legal, pois pode ouvir e ver artistas ao vivo no conforto de sua casa.

Esse novo modelo nos trouxe a oportunidade de conectar marcas com artistas de uma forma diferente – agora a marca pode patrocinar os shows online e ganhar momentos de protagonismo. Uma marca, por exemplo, pode aproveitar da cozinha do artista para colocar seus produtos em display, fazer uma receita, ganhando, assim, mais evidência e atingindo muito mais pessoas. Mas esse é só um exemplo, podemos ver isso com todas as marcas, e estamos aproveitando essa oportunidade e espaço.

Tem dado resultados incríveis. Nossa vontade é que esse formato de entretenimento continue ativo após pandemia.

AD – Vocês acham que a pandemia alterou comportamentos dentro da agência? Como está a relação da agência com os clientes?
Pissarra: Estamos ainda mais empenhados em trabalhar para fechar novas parcerias e desenvolver projetos para manter a empresa viva e todos os funcionários empregados. Estamos focando muito em velocidade de resposta para os clientes e para levar muitas oportunidades. Além disso, temos uma grande preocupação com as pessoas que precisam trabalhar presencialmente e não podem por causa da pandemia. Você imagina quantas pessoas estão envolvidas em uma produção de show? Na equipe de uma banda? Queremos desenvolver mais e mais projetos para que todos consigam manter seus empregos. Acreditamos que agora é hora de todo mundo dar as mãos e se ajudarem. E isso nos faz trabalhar com ainda mais vontade.

AD – A pandemia acelerou muitos processos, como o Home Office. Como está sendo para a Mynd tudo isso?
Pissarra: O home-office está funcionando super bem. Fazemos muitas reuniões por vídeo conferência, batemos as pautas e cada um segue na sua função e entregas. Ainda bem que temos a tecnologia pronta a nosso favor, WhatsApp, vídeo conferências, e todo o possível para conseguirmos administrar as tarefas. Uma empresa digital está bem preparada para isso, e neste caso nosso time está indo super bem.

AD – Quais são os planos da Mynd pós-pandemia?
Pissara: Queremos voltar a vida “normal”, com shows, projetos especiais, é claro que isso só vai acontecer com toda segurança, mas é um momento esperado por todos. Enquanto isso, esperamos voltar dentro das condições possíveis, sempre preservando nossos funcionários, agenciados e marcas, para a segurança total dos envolvidos em todos os projetos. Vamos continuar trabalhando com extrema agilidade de resposta, criação de projetos inovadores e diferenciados. Seja a situação que estiver, vamos enfrentar esses novos tempos e fazer dar certo.

AD – Poderia nos contar um pouco mais de como está sendo feita as lives?
Pissara: A Mynd tem mais de 10 anos de experiência em lives. Já fizemos Demi Lovato, Fifth Harmony, Pitbull, lives de carnaval, eventos e muitos projetos. A produção segue toda produção de um show, além de equipamentos de última geração, satélites etc. É claro que neste momento da pandemia nossa principal preocupação é a saúde de todos, então estamos trabalhando com o mínimo de equipe, e graças ao nosso expertise está sendo muito possível.

A divulgação segue como fazemos sempre com shows, divulgação no perfil dos artistas, e perfis de amigos, chamando os fãs para acompanharem tudo e ficarem mais perto do seu artista favorito, mesmo em casa.

AD – Vocês têm algum case interessante para nos contar sobre o que está acontecendo nesta pandemia?
Pissara: Tem várias coisas legais. Estamos com o time super unido, trabalhando em prol da equipe para continuarmos com a empresa produzindo. Além disso todos os atendimentos as marcas, com super agilidade.

Já tivemos um briefing que chegou 7 da noite para termos 20 influenciadores postando, e as 9 da noite a campanha estava no ar! Foi um trabalho gigante, mas que com o time super unido, foi possível realizar. Ao final comemoramos muito junto com a marca e com o time.

A parte de lives também é super interessante, alguns artistas tinham medo do formato, mas com o passar do tempo vimos que todos precisavam se abrir para isso, inclusive para atender aos pedidos dos fãs, e isso foi muito legal, hoje todos os artistas estão com a mente super aberta para lives, e isso passa a ser um novo formato para o dia a dia deles.