Gloria Pires é razão para ver A Suspeita

O filme estreia nessa quinta nos cinemas

Gloria Pires é uma daquelas unanimidades. Eu não conheço ninguém que não seja fã. Acompanho a carreira dela há muito tempo. E a cada papel, seja na TV ou no cinema, ela sempre se supera. Foi o caso de A Suspeita, que estreia nessa quinta nos cinemas. Pelo filme, Gloria venceu o Kikito de melhor atriz no Festival de Gramado do ano passado. Está realmente sensacional.

Gloria faz o papel de Lúcia. Ela é uma comissária exemplar da inteligência da Polícia Civil do Rio de Janeiro. Diagnosticada com Alzheimer, começa a articular sua aposentadoria. Só que durante a investigação do que seria seu último caso, Lúcia descobre um esquema. E o pior, acaba se transformando em uma das suspeitas. Entre os desdobramentos das investigações e os lapsos de memória, ela precisa lutar por sua vida. E ainda descobrir que é o culpado.

O roteiro tem um diferencial que é  misturar a trama policial com o problema de saúde da comissária. Poderia ter rendido um drama eficiente. O problema é que a abordagem é feita sem grande inspiração. A história de transformar Lucia em suspeita é meio uma “forçação  de barra”. E além disso, tudo é meio cansativo, genérico e lento. Pedro Peregrino pode funcionar nas séries de TV, mas em sua estreia no cinema demonstrou que precisa se aprimorar mais. O que se destaca é a atuação de Gloria como Lucia. Ela segura o filme com talento e força. Valeu o prêmio em Gramado.

Eu conversei com Gloria e com Pedro Peregrino sobre o filme. Foi muito bom. Gloria é uma simpatia. Veja abaixo:

Eliane Munhoz

Para saber mais sobre filmes e séries, acesse blogdehollywood.com.br

Post anterior
NBA House: evento traz a liga americana para fãs brasileiros

NBA House: evento traz a liga americana para fãs brasileiros

Próximo post
Vinícola Santa Rita lança Casa de Inverno 120 com presença de Sarah Andrade, Bil Araujo e outros influenciadores digitais

Vinícola Santa Rita promove campanha Casa de Inverno 120

Posts Relacionados