O Twitter tem sido rigoroso após a sua nova política contra o discurso de ódio. A plataforma vem excluindo perfis que violam suas regras e realiza uma mudança que estava prevista para o final de outubro.

A rede social já havia eliminado contas racistas e sexistas, com a nova atualização, usuários que tratam uma pessoa transgênero usando o nome anterior ou pronomes errados para causar constrangimentos serão banidos.

A melhoria chamou a atenção depois que um usuário foi banido por repetir diversas vezes “qual é a diferença entre um homem e uma mulher trans?”.

A atual regra inclui proibição de outros tipos de violência como “mídia que retrata vítimas do Holocausto”, “mídia que descrevem linchamentos’ e “imagens que retratam os outros como menos que humanos”.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Especial Google

+ Ver mais

Quer falar com mulheres? Olhe para os dados, não para os estereótipos

por Artigo de Kate Stanford, diretora global de marketing e publicidade no Youtube

Especial TV Aberta

+ Ver mais

Como a TV conversa com o Youtube?

por Gabriel Grunewald