Em tempos de distanciamento social e de muito home office, manter a integração e incentivar funcionários se transforma em um grande desafio para as empresas, principalmente, para as agências que contam com a presença de muitos jovens e a interação é fundamental para o dinamismo da criatividade. Pensando nisto a Wieden+Kennedy criou um game de “porradaria corporativa”.

A ação estrelada pelos funcionários e ambientada na sede da agência em São Paulo, localizado na Rua Natingui, nº 442, consiste em um game que segue a lógica dos clássicos jogos de lutas, mas com toques personalizados como a descrição do lutadores, que revelam detalhes de cada colaborador da empresa. Os “super golpes”, são inspirados nas áreas de trabalho, por exemplo, o financeiro joga planilha, redatores atiram palavras, e por aí vai.

“Transmitir nossa cultura internamente é essencial. E queríamos fazer isso na ação de endomarketing menos chata possível. O projeto também se transformou numa forma de matar a saudade das pessoas e do nosso prédio neste ano de distanciamento”, comenta Renato Simões, diretor executivo de criação W+K São Paulo.

O Rumble conta com gameplay customizado, e o jogador pode escolher entre vários cenários do prédio da agência para “cair na porrada” e conhecer um pouco mais sobre a W+K e seus funcionários. Com mais de 100 personagens, o jogo transforma os colaboradores da agência em personagens 8 bit de um clássico fighting game.

O jogo, que pode ser jogado no site da W+K, também funciona como um cartão de visitas da agência. “Na W+K, tudo é sobre as pessoas. E o Rumble é uma forma de apresentar a agência, os funcionários e nossa cultura para o mercado”, diz Eduardo Lima, também ECD da agência. “Fora que permite uma interação única, divertida e em tempo real entre os funcionários”, completa.

Fernanda Antonelli finaliza: “estamos muito contentes de colocar no ar esse segundo projeto do o núcleo de entretenimento da agência. Ele é uma ferramenta poderosa para testarmos – de forma divertida e ousada – todo o potencial criativo e de negócios da Wieden+Kennedy”.

Produzido pela NukeArts, o jogo online foi concebido do zero em parceria com a WKE, núcleo de entretenimento da agência, que estreou em abril deste ano com o projeto de videoarte “Cativeiro”, uma um filme composto de cinco capítulos que propõe uma reflexão sobre cativeiros reais e subjetivos.

Como jogar

Para jogar basta acessar o site: rumble.wksaopaulo.com.br e escolher quem você quer ser (ou bater). O Rumble também está disponível na plataforma de game Steam.

 

Ficha técnica:

TÍTULO: Rumble

AGÊNCIA: Wieden+Kennedy São Paulo

PRODUTO: Institucional

1ª DATA: 26.08.2020

DIRETORES EXECUTIVOS DE CRIAÇÃO: Eduardo Lima | Renato Simões

CRIAÇÃO: Felipe Paiva | José Ferraz | Rafael Melo | Bruno Oppido | Mariana Borga

MANAGING DIRECTOR: Fernanda Antonelli

BROADCAST: Maurício Yamashita | Ricardo Barbin

PRODUÇÃO: NukeArts | WKE

GAME DESIGN: Alan Bittencourt | Augusto Henrique da Silva | Felipe Paiva | José Ferraz | Rafael Melo | Raphael Schmitz | Thiago Giovanne Dominoni

PROGRAMAÇÃO: Alan Bittencourt

CHARACTER DESIGN: Felipe Paiva

SCENARIO DESIGN: José Ferraz

TRILHA SONORA E LOCUÇÃO: Rafael Melo

ANIMAÇÃO: Augusto Henrique da Silva | Andy Gorll | Arthur Barros | Chrystian Schmeguel de Oliveira | Denny Fischer | Felipe Ricardo Voigt | Felipe Paiva| Gabriel de Oliveira | Maria Clara Buffara Fretta | Thomas Toniolli

ROTEIRO: Rafael Melo

APROVAÇÃO: Eduardo Lima | Renato Simões | Fernanda Antonelli