Propaganda usa realidade virtual para melhorar mundo real

O grande trunfo do uso da tecnologia nas mensagens publicitárias não é impressionar o público com firulas high-tech, mas sim encontrar em novas e modernas ferramentas uma forma de se conectar com sentimentos humanos de uma maneira ainda mais poderosa. Neste caminho, a realidade virtual abriu novos horizontes, incluindo a possibilidade de oferecer ao público diferentes olhares e experiências sobre as mais variedades situações.

Para o mercado brasileiro, ainda não há muitos números sobre o volume de campanhas criadas com a ajuda de recursos de realidade virtual, até porque o seu uso é ainda bastante restrito e recente. Ainda assim, basta uma breve conversa com alguns dos principais especialistas do mercado em inovação para descobrir que possivelmente todos eles colocarão os vídeos de VR como uma das grandes tendências na comunicação.

A realidade virtual tem o poder de captar o máximo de atenção visual e auditiva de seus espectadores.

Quer um exemplo? A ARTESP (Agência de Transporte do Estado de São Paulo) em parceria com o DER (Departamento de Estradas e Rodagem) lançou o projeto Rodovirtua, uma nova ferramenta que usa a realidade virtual e vídeos em 360 graus para suas campanhas de educação no trânsito. Desenvolvido pela Jokerman Non Traditional Media, empresa brasileira de Live Marketing, o projeto consiste em uma série de filmes simulando situações que o motorista enfrenta ao adotar medidas de risco ao volante.

Segundo Pedro Rovai, diretor comercial da empresa, a realidade virtual tem o poder de captar o máximo de atenção visual e auditiva de seus espectadores e pode ser utilizada para contar diferentes tipos de histórias, com inúmeras aplicações, e isso explica o enorme crescimento de empresas interessadas em intensificar seu uso.

No projeto Rodovirtua, a tecnologia dos óculos de realidade virtual permite ao público uma experiência de imersão em situações que oferecem grande risco aos usuários das rodovias. A ideia do projeto é de que, ao colocar os óculos, a pessoa tenha a sensação de estar dentro do filme, como se fosse o motorista, vivenciando intensamente a cena.

Quem não tiver acesso aos óculos Rodovirtua, poderá assistir em outras plataformas para vídeos 360, como Facebook e Youtube, ou ainda fazer o download do aplicativo em market places.

Outros cases pelo mundo

Recentemente, a companhia de bebidas Diageo escolheu o VR como ferramenta para dar um susto nas pessoas. O curta-metragem "decisões" convida o público para vivenciar a jornada de três grupos de pessoas, cujas histórias convergem em um trágico desfecho.

No final do ano passado, a Samsung apostou na ação #BeFearless, que usa a tecnologia de realidade virtual do Gear VR para ajudar as pessoas a encararem e vencerem suas tormentas pessoais. O foco está em duas fobias bastante comuns para a população: medo de altura e de falar em público. Para isso, a marca desenvolveu aplicativos que se conectam ao gadgets e são voltados especificamente para cada um dos problemas.

Os avanços da tecnologia têm proporcionado novas e inimagináveis sensações, incluindo a possibilidade de viajar sem sair do lugar. Em uma ação da Honda para o último Natal, crianças internadas, que infelizmente não podiam sair de seus quartos para ver as decorações e sentir o clima mágico desta época do ano, receberam um óculos VR com cenas preparadas para uma viagem inesquecível.

Native Ads

Deixe seu comentário: