ADFestivals AdStars

“Não é sobre mostrar o produto ao consumidor, mas agregar valor à sua vida”

sada

Andrei Ivanoff, tem uma história marcada por mudanças que refletem as transformações recentes na publicidade. Paulistano, ele começou sua carreira como web designer na FCB, passou pela MullenLowe brasileira, trabalhou em Miami e hoje é diretor criativo da MullenLowe da operação latino-americana com a sua base na Cidade do México.

Na sua apresentação ocorrida no Ad Stars, o festival global que mais cresce na Ásia, o profissional apontou caminhos que para que as marcas consigam prender a atenção de um público cada vez mais coberto por distrações.

Com mais de 20 anos na área, o executivo apresentou o problema de maneira sincera. “Uma vez, pensamos que tivemos a genial ideia de criar uma campanha que transpusesse o que era visto na tela do celular para a TV. Falhamos miseravelmente, o público reclamou que já estava vendo Netflix pelo celular e não queria retroceder”.

Como competir com as distrações

“Há alguns anos, não contávamos com a força das mídias sociais, a importância crescente do marketing digital e a explosão da internet como uma plataforma de serviços. Hoje, as distâncias foram demolidas e o tempo se colapsou. Toda essa problemática nos dá algumas pistas do que devemos fazer”, explicou o criativo.

Diante deste cenário, as marcas não conseguem mais obter os mesmos resultados do passado apoiadas apenas na publicidade. Elas precisam construir a sua força a partir de uma fusão de experiências de clientes. Estratégias que tragam algo relevante para os clientes são as que conseguem transpor fronteiras e conquista-los.

“Muita gente pensa que a Nike é indispensável para quem corre pelos seus tênis, mas uma das principais formas da companhia não sair da cabeça de seus compradores não é só apostar em calçados esportivos, mas tornar o seu aplicativo de corridas indispensável”, conclui Andrei.

Ideias que atraem

Sob essa perspectiva, o VP de criação apresenta o aplicativo Asics Perfect Pace. “O nosso cliente queria fazer um app para bater a Nike. O que fizemos não foi competir, mas juntar o prazer de correr com a música”. Confira abaixo o resultado:

“Outra ideia que me chamou a atenção foi a Selfiestx da Pedigree. De uma maneira muito simples, com um bastão para fixar no celular, eles conseguiram que as pessoas mostrassem o amor por seus cachorros para mundo”, comentou Andrei

“Por fim, eu gostaria de pontuar que a publicidade atual não é mais sobre mostrar o produto, mas entender realmente o que o consumidor busca. Com quem você vai falar e como irá chegar ao coração dele”, finaliza.

 

Deixe seu comentário: