'É responsabilidade da agência questionar o briefing'

BicCasper
Emerson Cação e Felipe Favoretto, da Bic, em palestra na Cásper Líbero (divulgação)

Na manhã desta sexta-feira (20) o diretor e o gerente de marketing da Bic, Emerson Cação e Felipe Favoretto estiveram presentes na 13ª Semana de Publicidade e Propaganda, na Cásper Líbero. Os convidados, entre outros assuntos, falaram sobre um case de sucesso recente da marca e como funciona a relação agência x cliente.

Emerson deu início à conversa brincando com o fato das pessoas acharem a Bic uma empresa brasileira. “Mas isso é ótimo para nós.” Há 60 anos no Brasil, sua origem é, na verdade, francesa.

Para se ter noção de seu tamanho, a multinacional vende mais de 40 milhões de produtos diariamente pelo mundo, incluindo canetas, isqueiros e aparelhos de barbear, sendo líder mundial em papelaria e um ícone no Brasil

A qualidade no produto é tópico de muita importância para o marketing da empresa, segundo os executivos. Cação conta que a caneta Bic dura 3 vezes mais do que as outras do mercado. “Na cadeia de valor, um produto seguro e de qualidade faz toda diferença”, afirma. Isso ainda traz benefícios sustentáveis, uma vez que o produto dura mais tempo.

Para contar melhor sobre o case Segredo, de janeiro deste ano, o gerente de marketing Felipe Favoretto falou da importância do briefing e o relacionamento da empresa x agência. Para ele, a informação deve ser muito bem trabalhada para que a agência entenda de fato o que o cliente quer. Favoretto ainda ressaltou as vantagens de se ter pesquisas de mercado para entender o contexto. Completando a fala de Felipe, Emerson disse que “é responsabilidade da agência questionar o briefing”.

O case fala sobre a educação da criança em casa e na escola. A ideia surgiu da necessidade da Bic de criar uma diferenciação de seu lápis preto a partir da construção de um vínculo emocional com seus clientes. A campanha não usou atores e foi gravada com pais e filhos de uma escola. Os resultados foram surpreendentes: 8.8 milhões de visualizações na internet - sendo 2/3 delas espontâneas -, 63.6 mil curtidas, 122 milhões de impressões, 6 mil comentários e incríveis 81 mil compartilhamentos, sendo o 2º vídeo mais visto do Youtube em janeiro deste ano.

A execução certeira do projeto foi essencial, contou Favoretto. “Não existe boa ideia se a execução for fraca.” Neste caso, a escolha da produtora foi decisiva, concluiu o executivo.

Deixe seu comentário: