Corinthians estampa #RespeitaasMinas em seu uniforme para o Dia Internacional da Mulher

corinthians

Os clubes de futebol de maneira geral têm caminhado em direção de atuações mais ligadas à causas e temas que a sociedade, ou está, ou precisa discutir. O movimento, que pede consciência em responsabilidade social, é um antigo conhecido do Corinthians. A “Democracia Corintiana” está aí para quem quiser lembrar, assim como ações sociais mais recentes, o "Time do Povo", inaugurado em 2010 e “Corinthians é Preto e Branco O Outubro é Rosa”, veiculada no mês marcado pela luta contra o câncer de mama, de 2017, terceiro ano em que o time participou da data, por exemplo.

Com a comemoração do Dia Internacional da Mulher logo a frente, a equipe lançou sua campanha #RespeitaAsMinas. A ação tem objetivo de sensibilizar a população em relação ao combate de assédio sexual e à violência contra a mulher e foi realizado em parceria com o coletivo “Não é Não”.

Durante o pré-jogo serão distribuídas aproximadamente 10 mil tatuagens temporárias com a expressão “Não é Não” na loja da Arena Corinthians.  A frase também estampará as camisetas do time feminino do time que entrará em campo juntamente com a equipe masculina comandada pelo técnico Fábio Carille, no uniforme deles, os dizeres “Respeita As Mina”.

Ao longo do jogo (que ocorre as 21:45 desta quarta-feira), nos telões da Arena Corinthians, serão passadas mensagens relativas à causa. A arena terá toda estrutura de comunicação digital ativada para “dar mais visibilidade à causa” .

Além disso, Milene Domingues, ex-atleta do Corinthians, será anunciada como a embaixadora do futebol feminino do clube.

A ação têm se mostrado tão assertiva que chegou nos Trending Topics do Twitter, confira aqui alguns dos resultados.

Deixe seu comentário: