McCann promove educação sexual através de problemas matemáticos

problemas reales

Sabia que 15 em cada 100 adolescentes abaixo dos 16 anos no Peru são mães? E que  a media de idade da iniciação sexual está entre os 15 e 17 anos nas áreas urbanas (a média cai para 10 a 14 anos nas áreas rurais)?* Para combater essa situação, a Save the Children Perú, em uma parceria com a McCann Lima, criou o “Problemas Reais” (Proble+ Reales), uma plataforma de educação que busca minimizar a desinformação em torno da gravidez adolescente, usando temas de sala de aula, mais precisamente contas matemáticas, para tornar a informação mais presente no âmbito familiar.

Problemas matemáticos comuns foram “hackeados” para torná-los um meio de pautar a educação sexual. Objetos de cálculo receberam temas da vida doméstica associados ao universo da gravidez e parto – as comumente usadas maçãs deram lugar a fraldas e babadores, por exemplo.

A campanha está disponível na sua plataforma digital e através de kits impressos com sugestões de exercícios - a iniciativa foi ativada tanto entre estudantes quanto entre professores do Sistema público de ensino do Perú, bem como entre pais e grupos de pais.

De acordo com a explicação de Mauricio Fernández Maldonado, vice-presidente criativo da McCann Lima, tratar do tema faz todo sentido: “Numa sociedade tradicional como a peruana, na qual educação sexual é um tabu em muitas partes do país, buscamos uma maneira criativa de tornar o problema da gravidez adolescente mais visível entre os jovens, mostrando a eles o real efeito e impacto dela em seu dia-a-dia”, explica Mauricio Fernández Maldonado, vice-presidente criativo da McCann Lima. 

 *Os dados são de um estudo da Unicef, de 2013.

Ficha-técnica

VPs criativos: MAURICIO FERNÁNDEZ MALDONADO / CHRISTIAN CALDWELL
Diretor de criação: YASU ARAKAKI
Criativos: GERARDO RAMOS / RICARDO ARANIBAR
Produtora: ALONSO PALOMINO
Diretora de Save the Children no Perú: MARIA VILLALOBOS
Desenvolvedores web: MEDIABYTES
Produção e pos-produção: PLANB
Trilha: DIEGO DIBOS SOUND LAB

Deixe seu comentário: