A rede social Instagram passará a borrar imagens contendo automutilação e de teor suicida publicadas. Essa nova ideia foi pensada para evitar que usuários vejam esse tipo de conteúdo sem querer, fazendo com que cada um escolha deliberadamente ativar a exibição completa da foto.

Adam Mosseri, chefe de plataforma, foi quem anunciou a novidade e vem com medida para combater os efeitos negativos de imagens que desencadeiam tendências suicidas. Nomeada de “tela de sensibilidade”, esse meio foi realizado após o suicídio da jovem britânica Molly Russel.

Mosseri afirma que é proibido veicular materiais que incentivem as pessoas a causarem danos a si mesmas e o Instagram informa que tais conteúdos não são removidos com rapidez. Isso ocorre porque especialistas informam que deixar as pessoas relatarem situações difíceis de vida pode ajudar no tratamento. Portanto a remoção desses conteúdos é uma questão delicada.

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Especial Google

+ Ver mais

Quer falar com mulheres? Olhe para os dados, não para os estereótipos

por Artigo de Kate Stanford, diretora global de marketing e publicidade no Youtube

Especial TV Aberta

+ Ver mais

Como a TV conversa com o Youtube?

por Gabriel Grunewald