A greve mais longa da história dos Estados Unidos causou problemas com o tradicional jantar de recepção dos campeões do College Footbal Playoff National Championship, os Clemson Tigers. Sem funcionários para os preparativos, o presidente Donald Trump comprou lanches, pagando do seu próprio bolso.

Para a refeição o presidente comprou sanduíches do Burger King, McDonald’s, Wendy’s e Domino’s, e declarou no Twitter: “Ótimo estar com o campeão nacional Clemson Tigers ontem à noite na Casa Branca. Por causa da paralisação eu servi enormes quantidades de Fast Food (eu paguei), mais de 1000 hambúrgueres, etc. Dentro de uma hora, tudo acabou. Grandes caras e grandes comedores!”.

Com o erro de digitação na escrita de “hambúrgueres”, que acabou ficando “hamberders”, o Burger King aproveitou para zoar o Trump e escreveram: “Devido a uma grande encomenda feita ontem, não temos mais hamberders. Hoje estamos servindo apenas hambúrgueres”. Logo após a postagem, Trump corrigiu, porém, a internet não perdoou e continuou repercutindo o tweet. Veja abaixo:

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Especial Google

+ Ver mais

Quer falar com mulheres? Olhe para os dados, não para os estereótipos

por Artigo de Kate Stanford, diretora global de marketing e publicidade no Youtube

Especial TV Aberta

+ Ver mais

Como a TV conversa com o Youtube?

por Gabriel Grunewald