Em parceria com a CUFA (Central Única das Favelas), a Uber acaba de lançar uma campanha inédita – feita inteiramente pelos moradores de Heliópolis, as peças retratam as demandas e realidades locais e serão veiculadas tanto na comunidade quanto nas regiões do entorno, como em estações de trem e metrô próximas. Também utilizará georreferenciamento para impactar o público que transita nas proximidades.

A campanha conta com peças de outdoors, que serão exibidas nos outdoors comunitários, vídeos, que circularão nas redes sociais, e peças para rádio. Nessa última categoria, se destacam funks, criados por moradores, que serão veiculados nas rádios da região. A ação faz parte do investimento que a empresa está fazendo em Heliópolis para melhorar a mobilidade e incentivar o empreendedorismo na comunidade.

A campanha em Heliópolis foi produzida para ensinar as pessoas a utilizarem o novo serviço do aplicativo no local. Um dos projetos pilotos instalados neste mês na comunidade foram os 4 pontos de embarque em locais de fácil acesso e que ficam a, no máximo, 7 minutos de caminhada de qualquer local da comunidade.

Para a realização do projeto foi selecionada uma equipe toda formada por profissionais atuantes na região. Para os vídeos, veiculado nas redes sociais, o cinegrafista é Danilo Fajardo de Oliveira. Os vídeos, em caráter testemunhal, mostram o relato de moradores da comunidade sobre empreendedorismo, oportunidades de negócios e geração de renda. Para o motorista parceiro, Rafael de Assis, personagem de um dos vídeos “a Uber ajudou a realizar muitos sonhos. Muitas coisas que eu pensava que não poderia ter, eu consegui”, disse.

As imagens das peças gráficas ficaram sob a responsabilidade do fotógrafo Tiago Costa e podem ser vistas em estações de metrô e os outdoors comunitários. A ação conta também com peças para rádio. Nessa última categoria se destacam funks criados por moradores e que estão sendo veiculados nas rádios comunitárias da região

Deixe seu Comentário

Leia Também

AdInsights

+ Ver mais

A Gillette sabe o que faz. Já Neymar…

por Adinsight por Leonardo Araújo

Especial TV Aberta

+ Ver mais

Como a TV conversa com o Youtube?

por Gabriel Grunewald