O mais novo lançamento da Netflix, Black Mirror: Bandersnatch, causou um alvoroço nas redes por conta de retratar conceitos da série de forma interativa (confira aqui). Porém, na era da tecnologia, poucos artistas conseguem fugir das críticas online.

O ator Will Poulter, que interpretou o desenvolvedor de games Colin Ritman no episódio interativo “Bandersnatch”, anunciou nesta quarta-feira, (2), que vai dar uma pausa e sair por tempo indeterminado do Twitter, rede social em que era bastante ativo. De acordo com o intérprete, algumas atitudes maldosas e ofensivas o influenciaram.

Poulter, que também já participou de franquias como “As Crônicas de Nárnia” e “Maze Runner”, foi bastante atacado nas redes sociais por conta da aparência, recebendo uma série de memes e comentários negativos. A partir de agora, ele só deve aparecer no site para fazer campanhas com entidades que trabalham contra o bullying.

Na postagem, ele até recebeu o apoio de vários colegas da classe artística, como John Boyega (o Finn de “Star Wars”) e Ben Barnes (o Logan de “Westworld”).

“Por causa de minhas recentes experiências, escolhi dar um tempo, por assim dizer, aqui do Twitter. Antes de fazer isso, gostaria de agradecer de coração a todos que assistiram a ‘Bandersnatch’ e pelas respostas de vocês (seja lá quais tenham sido) ao material que nós criamos. Eu aceito todas as críticas e foi um prazer saber que tantos de vocês apreciaram o que muita gente trabalhou duro para produzir.

Como todos sabemos, há um equilíbrio a ser atingido em nossos compromissos nas redes sociais. Há os positivos, para apreciar, e os inevitáveis negativos, que é melhor evitar. É um equilíbrio com o qual tenho lutado por um tempo agora e, no interesse da minha saúde mental, sinto que chegou a hora de mudar a minha relação com as mídias sociais.

Eu não quero parecer ingrato pelo apoio incrível que recebi online. Sou genuinamente muito agradecido, e a minha desvinculação das redes sociais nada tem a ver com as organizações com as quais sou sortudo de trabalhar. Por isso, vou postar ocasionalmente com e para @AntiBullyingPro @leap_cc @MayMeasure e @bptcompany, além de outros.

Eu sou privilegiado por ter essa plataforma. Espero que essa mudança reduza minha expressão pessoal e aumente o foco em assuntos que importam e resultem em um melhor resultado para todos. Esse não é um fim. Considerem isso um caminho alternativo. Com amor, Will”.

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Especial Google

+ Ver mais

Quer falar com mulheres? Olhe para os dados, não para os estereótipos

por Artigo de Kate Stanford, diretora global de marketing e publicidade no Youtube

Especial TV Aberta

+ Ver mais

Como a TV conversa com o Youtube?

por Gabriel Grunewald