Relatório de Mídias Sociais da FAAP aponta Instagram como destaque

Quem sabe trabalhar com imagens pode comemorar: a rede que mais cresceu em 2015 em número de seguidores de perfis de marcas foi o Instagram. Os números são da nova edição do relatório Mídias Sociais 360º, desenvolvido pelo Núcleo de Inovação em Mídia Digital da Fundação Armando Alvares Penteado (FAAP) em parceria com a Socialbakers.

Comparando os resultados do último trimestre de 2014 com o mesmo período de 2015 fica claro o quanto cresceu a plataforma de imagens e vídeos curtos. As Top 100 marcas no Brasil (em número de interações) tinham 49.762 seguidores no último trimestre de 2014. Já no último trimestre de 2015, esse número saltou para 324.246.

No trimestre imediatamente anterior (julho, agosto e setembro de 2015), essa média era de 244.745 seguidores.

"Temos visto esse crescimento a cada nova edição do estudo. Essa tendência mostra que as marcas precisam de um esforço muito forte na comunicação audiovisual se quiserem atingir o público. A comunicação através do vídeo cresce cada vez mais, seja no Instagram ou nas demais plataformas", afirma Eric Messa, coordenador geral do Núcleo de Inovação em Mídia Digital da FAAP.

Nesse sentido, o infográfico #MS360FAAP mostra também que outro importante destaque de 2015 foi o YouTube, que aumentou mais que dobro do número médio de assinantes nos canais de marcas de um ano para outro. No último trimestre de 2014, esse número era de 16.598. Já em outubro, novembro e dezembro de 2015, ficou em 36.315. A média de crescimento de assinantes por trimestre era de 3.282 em 2014 nos últimos três meses daquele ano, chegando a 7.203 em igual período de 2015.

Por outro lado, o Facebook se mantém com um número estável de curtidores das páginas, mas com uma queda no crescimento de curtidores. "Isso acontece porque a base instalada do Facebook é muito maior. Ela ainda é a rede de maior penetração", diz o professor Thiago Costa.

No último trimestre de 2014, o setor com maior média de crescimento no número de fãs foi o de Mídia e Notícias, com 162.743 curtidores. Já em 2015, no mesmo período, esse segmento apresentou um número de crescimento médio de 154.173 curtidores.

Nos meses de julho, agosto e setembro de 2015, o setor de entretenimento contava com uma média de 1.922.856 fãs por página. Já nos três meses subsequentes daquele ano, o contingente médio de curtidores subiu para 2.120.881.

Por outro lado, o setor de bens de consumo teve queda na média de curtidores das páginas entre os dois últimos trimestres de 2015, saindo de 1.459.446 e caindo para 1.425.149.

Outros destaques da pesquisa: o tempo médio de resposta no Facebook aos usuários das Top 100 Marcas no Brasil foi de 3 horas e 39 minutos no último trimestre de 2015; os vídeos das principais marcas nacionais no YouTube têm, em média, duração de 2 minutos e 45 segundos; e 36% das publicações das Top 100 Marcas no Brasil usam de duas a três hashtags no Instagram.

Redação Adnews

Deixe seu comentário: