Saiba quais as novidades da busca do Google

google busca

O Google atualmente trabalha (entre outros) com projetos que visam otimizar a jornada do usuário. Esse movimento é feito em grande parte com muita base em inteligência artificial, nas mais diversas possibilidades que o tema abre. Não por acaso, como confidenciado ontem na sede da empresa, a meta dos próximos 10 anos é “mudar o foco para ser uma empresa de IA”.

A reunião foi feita para anunciar que seu campo de busca não se resume a responder perguntas. Mais que isso, a marca se esforça para tornar a experiência de busca “cada vez mais precisa, intuitiva, completa e também cheia de descobertas”.

Dentre as novidades esclarecidas, duas foram desenvolvidas no Centro de Engenharia do Google para a América Latina, localizado em Belo Horizonte. São elas a jornada em tópicos relacionados e o enriquecimento dos snippets em destaque. A última informação abordada no encontro foi o aprimoramento dos painéis de conhecimento.

Bruno Pôssas, engenheiro-chefe de Busca esmiuçou as inovações. A jornada em tópicos relacionados, por exemplo. Se a busca é sobre um tópico em particular no Google, como jogadores de futebol para o próximo Mundial, você verá sugestões de tópicos relacionados no topo da página, com respostas que levam o usuário a continuar explorando. Uma busca por Neymar, seguida por uma busca por Messi, apresentará sugestões de outros jogadores no topo, por exemplo. Este recurso já está disponível.

Já os snippets em destaque são respostas resumidas geradas algoritmicamente para perguntas feitas no Google a partir da análise de todos os documentos na web. Foram adicionadas imagens contextualizadas e “pesquisas relacionadas” dentro dos snippets em destaque que permitem aprender mais sobre um tópico ou descobrir novas informações de interesse. Por exemplo, Esta ferramenta estará disponível a partir de maio.

Os painéis de conhecimento para conteúdo relacionado também foi aprimorado. Por exemplo, ao consultar o conteúdo sobre esqui, serão mostradas pesquisas relacionadas a esportes como o snowboard, diretamente dentro do resultado. Este último foi desenvolvido nos Estados Unidos e já está aberto ao uso.

Luciana Cordeiro, gerente de parcerias de produto, comentou sobre o consumo dos usuários. Uma atitude muito atrelada ao visual, ao “real time”, como ela salientou. Como exemplo, Luciana citou a aproximação com restaurantes campeões de busca e da união da empresa com o Hospital Israelita Albert Einstein, que possibilitou buscas sobre doenças e sintomas mais embasada e com informações cedidas pela equipe do hospital, ou ainda com o "Vagas" que possibilitou encontrar ofertas de emprego "a um clique de distância". Ou seja, é uma “ferramenta de utilidade pública gratuita”, lembra a executiva.

Lauren Pachaly, gerente de marketing abordou a busca por voz, realidade que existe nos EUA desde 2008/2009 e chegou ao Brasil com qualidade que melhorou em 50% sua taxa de erro ao longo de um ano. O caminho, para Pachaly é a amostra do caminho para o futuro da comunicação aliado à tecnologia.

As funcionalidades são recheadas de modernização, engenharia e estudo e os ajustes são constantes, mas o que se pode esperar é uma experiência cada vez mais exploratória e cômoda ao usuário, embasada e completa de informações. 

Deixe seu comentário: