Hoje, um dia antes do início do Google Marketing Live, o YouTube anuncia Bumper Machine, uma ferramenta que gera automaticamente Bumper Ads, anúncios de seis segundos, a partir de vídeo mais longos. Com a novidade, anunciantes de todos os tamanhos poderão ter as vantagens que o formato traz para capturar a atenção dos consumidores, direcionar alcance e construir frequência, sem a necessidade de investimento de tempo e recursos adicionais.

Desde que o Bumper Ads foi lançado em 2016, o formato têm feito parte das estratégias criativas de anunciantes e agências e mostrado excelentes resultados: 83% de campanhas bumper deram um impulso significativo à lembrança do anúncio, com um aumento médio acima de 20% em comparação com outras campanhas.

A Bumper Machine usa modelos de Machine Learning treinados para identificar, em vídeos de até 90 segundos, os momentos interessantes e bem estruturados, como aqueles que contêm informações sobre produtos ou marcas, rostos humanos, movimento ou contraste. Em questão de minutos, ele organiza esses momentos e os reúne em diversas variações diferentes de seis segundos. Antes de salvar os anúncios Bumper gerados, também é possível realizar algumas edições simples.

Para marcas ou agências com recursos para criar anúncios bumper do zero, a Bumper Machine pode ser um ponto de partida para ajudá-los a visualizar uma história de 6 segundos e ter ideias para produzir seus próprios anúncios. Para outras empresas, como pequenos negócios, é uma maneira rápida, gratuita e fácil de aumentar sua biblioteca de produções e um ponto de partida para começar a aproveitar as vantagens das campanhas em sequência de anúncios em vídeo.

As empresas que não tem um anúncio em vídeo para usar com o Bumper Machine, podem trabalhar com os parceiros de produção de vídeos listados em YouTube.com/Ads para a criar vídeos do zero ou editar os recursos existentes, sem requisitos mínimos de gastos.

O Bumper Machine ainda está em fase de testes e será disponibilizado nos próximos meses.

Deixe seu Comentário

Leia Também

AdInsights

+ Ver mais

A Gillette sabe o que faz. Já Neymar…

por Adinsight por Leonardo Araújo

Especial TV Aberta

+ Ver mais

Como a TV conversa com o Youtube?

por Gabriel Grunewald